Por que é impossível trabalhar com Edward Norton?

Edward Norton foi nomeado Melhor Ator Coadjuvante ao Oscar 2015 por sua atuação em Birdman. O filme e o papel de Norton borram as linhas entre realidade e ficção. Michael Keaton – ex-Batman – interpreta um ator tentando escapar da sombra de uma série de filmes de super-heróis. Norton interpreta um ator egoísta e pretensioso com quem ninguém quer trabalhar. Pelo menos Norton tem senso de humor sobre sua reputação, pois ele não é declaradamente o cara mais fácil de lidar em sets de filmagem devido às suas demandas pra “ajudar” a escrever ou reescrever uma série de filmes em que apareceu.

Dragão Vermelho

dragão vermelho edward norton anthony hopkins

Durante as filmagens da sequência de Silêncio dos Inocentes, Dragão Vermelho, Norton interpretou o agente do FBI, Will Graham. Quando chegou no set, Norton tinha em mãos páginas de script novíssimas – e totalmente não solicitadas – que tinha escrito – e exigiu filmar. O diretor Brett Ratner e seus produtores não gostaram da ideia e houve muita discussão. Não podemos culpá-los, cenas de filmes têm de ser cuidadosamente planejadas, ensaiadas e filmadas… Pra não mencionar a cadeia básica de comando que faz um filme funcionar sem problemas. Edward Norton simplesmente desrespeitou tudo isso.

O Incrível Hulk

edward norton hulk 2

Em 2008, a Marvel Studios readquiriu os direitos sobre do Hulk da Universal depois do insucesso de 2003. A Marvel optou por reiniciar a franquia com O Incrível Hulk e contratou Zak Penn – que tinha co-escrito alguns filmes do X-Men – pra escrever o roteiro. O estúdio se aproximou de Norton pra estrelar e ele inicialmente recusou. Mas depois de se reunir com o diretor Louis Leterrier, Norton assinou o contrato sob a exigência de que todas as sugestões que ele fizesse pro roteiro fossem incorporadas nas filmagens. Norton, evidentemente, fez uma reescrita substancial do filme apenas algumas semanas antes das filmagens começarem, tarde demais pra mudar qualquer coisa estrutural. Mas Leterrier filmou tanto quanto foi possível do roteiro de Norton, juntamente com o roteiro de Penn, o que resultou num corte muito confuso e complicado. Os executivos da Marvel odiaram a edição e ordenaram uma nova, com mais ação e menos diálogos e desenvolvimento de personagem – o grande foco de Edward Norton. Compreensivelmente, o cara ficou lívido.

A Marvel ficou tão ressentida com a intromissão de Norton que, de fato, quando chegou a hora de trazer o Hulk de volta pras telas como parte d’Os Vingadores, Norton perdeu o papel pra Mark Ruffalo. Estúdios quase nunca comentam esse tipo de troca, mas a Marvel tomou a rara decisão de emitir uma declaração sobre o porquê de Norton foi descartado. De acordo com o comunicado, eles queriam “um ator que encarna o espírito criativo e colaborativo dos nossos outros talentosos membros do elenco”. Em suma: eles estavam de saco cheio dele e não queriam lidar com suas babaquices de novo.

Frida

frida edward norton alfred molina

Em Frida, a biografia da lendária artista mexicana Frida Kahlo de 2002, Norton interpretou Nelson Rockefeller, o bilionário que comissionou o marido de Frida, Diego Rivera, pra pintar um mural no Rockefeller Center, em Nova York. A então namorada de Norton, Selma Hayek, estrelou interpretou Frida, um papel dos sonhos que ela tinha almejado por anos. Ela obviamente queria que tudo fosse perfeito, então, por mais que os escritores tenham se esforçado, Hayek não estava satisfeita. Ela pediu pra Norton fazer pesquisas sobre Frida e usar qualquer informação que ele encontrasse pra reescrever o roteiro.

Edward Norton fez exatamente isso e, apesar de muito do que ele escreveu estar no corte final, a claramente ofendida Writers Guild se recusou a lhe dar os créditos. Norton se enfureceu e soltou o verbo pra imprensa – enquanto fazia entrevistas pro Dragão Vermelho, ele disse a um repórter “fui chutado pra escanteio pela Writers Guild no último minuto, mas eu escrevi o rascunho do que foi feito”.

Morra Smoochy, Morra

smoochy edward norton

Não são apenas produtores, escritores e diretores que Norton desafia: ele já entrou em conflito até com o departamento de figurino. Durante a produção comédia Morra Smoochy, Morra, o figurinista, Jane Ruhm, apresentou uma variedade de roupas pro personagem de Edward Norton. As opções de Ruhm eram fiéis ao hippie descrito no script, mas isso não era bom o suficiente pra Norton. Sem o conhecimento de Ruhm – ou qualquer outra pessoa – Edward Norton contratou a Armani pra projetar a obra-prima hippie: uma roupa feita de maconha. Então, como não estava sendo idiota o suficiente, ele forçou Ruhm a lidar com toda a papelada e as negociações associadas a produção e uso no set da roupa.

A Outra História Americana

a outra história americana edward norton

Norton foi nomeado ao Oscar por estrelar um “skinhead” n’A Outra História Americana de 1998, mas isso não é tudo que ele fez no filme: ele também editou, não que alguém tenha lhe pedido de antemão. Durante as filmagens, Norton e o diretor Tony Kaye entraram em confronto sobre a motivação do personagem e os diálogos, mas nada grave. As coisas ficaram realmente ruins durante a fase de edição – Kaye trabalhou com os editores pra criar um corte econômico de 95 minutos. Quando viu isso, Norton pensou que Kaye tinha cortado muito do que eles tinham filmado e estragado o filme. Não querendo perturbar sua estrela, a produtora cedeu às exigências de Norton de que ele fizesse seu próprio corte do filme – maior e mais focado em seu personagem. Esse novo corte, que cronometrou bem mais do que duas horas, foi pros festivais e salas de cinema. Isso realmente irritou Kaye, que ainda pediu pra Directors Guild remover seu nome dos créditos do filme e substituí-lo por “Humpty Dumpty”, mas seu pedido foi negado. Seu processo de US $ 200 milhões contra a produção também não vingou.

Apesar do evidente sucesso do filme, Kaye e Norton não trabalharam juntos desde então – provavelmente as mais de 40 declarações de Kaye eviscerando verbalmente Edward Norton, incluindo a vez em que ele disse a um repórter que o ator era “um diletante narcisista que estuprou o filme”, tenham algo a ver com isso.

Fonte: http://www.looper.com/19449/edward-norton-impossible-work/

Deixe seu voto

1 point
Up Down

Votos totais: 1

Up: 1

Porcentagem de upvotos: 100.000000%

Down: 0

Downvotes percentage: 0.000000%


Quer enviar uma lista ou artigo? (Pode até virar video no canal!) Clique aqui!

Seja bem vindo ao Ei Nerd.

ou

Login

Esqueceu a senha?

Não tem uma conta? Cadastre-se

Fechar
de

Processando arquivos...

15935916_618952704896200_150896258_n
Conheça a primeira página que se tornou viral em 2017: “Soldado Ferido”
atrizes-duble
5 atrizes que dispensam dublês em cenas de ação
rob-schneider-3
O que diabos aconteceu com o ator Rob Schneider?
games-2017
Os 5 games mais aguardados para o ano de 2017
manto-e-adaga
Manto e Adaga será a série mais cara da Marvel
constantine-cw-seed
Constantine retornará como série animada em novo canal
homem-formiga-e-vespa
Marvel agenda início das filmagens de Homem-Formiga e Vespa
crossover-supergirl-flash-arrow-legends
Arrow, The Flash, Legends of Tomorrow e Supergirl são renovadas
deadpool filme 13
Para Ryan Reynolds, Deadpool é um personagem pansexual
deadpool-vs-punisher
Deadpool vs Justiceiro, anti-heróis serão parceiros em nova revista da Marvel
missil
Vingador pode ter morrido em nova revista da Marvel
he-man
Crossover entre ThunderCats e Masters of the Universe tem morte de importante personagem
final-fantasy-xv
PlayStation 4 está se tornando a máquina perfeita dos JRPGs
sherlock
Sherlock ganhará nova adaptação em mangá
fullmetal-alchemist-live-action-teaser-trailer
Novas imagens do filme live-action de Fullmetal Alchemist são liberadas
nappa
Arcade de Dragon Ball mostra visual de Nappa como Super Sayajin
terry-crews
Terry Crews diz que gostaria de dublar personagem de Overwatch
final-fantasy-xv-nocti-chocobo
Por que os games evoluem ou morrem?
final-fantasy-xv
PlayStation 4 está se tornando a máquina perfeita dos JRPGs
dark-forces-capa
Conheça o jogo de Star Wars que contou a história de Rogue One 20 anos atrás