mario bros

10 games que ninguém joga pela história

Os games de sucesso da atualidade, como Fallout 4, Witcher 3: Wild Hunt e Grand Theft Auto V, são orientados principalmente pela história. A jogabilidade é fundamental, mas os jogadores ainda exigem um enredo tão envolvente quanto a mecânica. Ainda assim, essa forte ênfase na história é um desenvolvimento recente no mundo dos jogos. Gamers “oldschool” raramente tinham algo a mais do que uma história superficial, nada além de um bônus dentro do jogo, e muitos jogos contemporâneos ainda seguem esta mentalidade. Aqui estão alguns exemplos de jogos divertidos que você joga pelo desafio e experiência, não pela história.

Castlevania

castlevania

Como os jogos do Mario, o enredo de cada Castlevania é muito semelhante. Drácula foi ressuscitado – mais uma vez – e você – seja na pele do seu filho híbrido, Alucard, ou um dos muitos membros do clã Belmont – deve destruí-lo com itens que vai encontrar escondidos em velas. Mais uma vez, os jogadores jogam Castlevania pelo desafio e pelas trilhas sonoras incríveis, não pra realmente ver como a história se desenrola. Até mesmo o venerável Castlevania: Symphony of the Night tem uma trama extremamente básica. Felizmente, não há nada de tedioso sobre enfiar sua espada na cabeça do Ceifador Sinistro.

Metroid

metroid

A trilogia Metroid Prime e Metroid: Other M colocaram mais ênfase na história do que os títulos anteriores. Mesmo assim, a história não é a razão pela qual os jogadores caçam alienígenas com a Samus Aran desde a década de 80 – e a maioria dos fãs concorda que Metroid funciona melhor quando enfatiza a exploração de planetas exóticos. No fim das contas, tudo o que a gente quer é explodir os Space Pirates.

Resident Evil

resident evil

A história geral de Resident Evil é uma bagunça que levaria vários fluxogramas pra explicar com precisão. Cada título envolve a Umbrella Corporation – ou algum dos seus resquícios separatistas – tentando controlar o mundo através de uma praga zumbi. Os jogos apresentam diálogos bregas, heróis dignos de filmes de ação dos anos 80 e reviravoltas previsíveis. Analisando o comportamento de Chris Redfield, Leon Kennedy ou Jill Valentine, eles são tão clichês quanto todo o contexto de infestação zumbi. A verdadeira razão pela qual as pessoas jogam esses jogos é o suspense, ação e a matança zumbi. Claro, a história pode ser extravagante – basta olhar pra Resident Evil 4 -, mas isso não é a atração principal dos jogos.

Tetris

tetris

Por que está chovendo blocos? É parte de um plano sinistro dos cultistas extra-dimensionais insanos de Cthulhu obcecados por geometria? Qual é o seu objetivo final? Quem sabe? Tudo que você precisa fazer é organizar os blocos em linhas de modo que desapareçam antes de chegar ao topo da tela. Não se preocupe. E pare de fazer tantas perguntas!

Mortal Kombat

mortal kombat

A série Mortal Kombat contém mais história do que a maioria dos jogos de luta, mas é seguro dizer que poucos investiram dinheiro em máquinas de fliperama pra saber a motivação do Baraka. A história é apenas uma desculpa conveniente pra reunir um bando de criaturas sobrenaturais e vê-los estripar uns aos outros. A única reviravolta da história que qualquer jogador se interessou foi ver os lutadores fazerem voto de não-violência. Friendship!

X-COM

x-com

A história dos jogos X-COM – com a possível exceção de The Bureau: XCOM Declassified – é apropriadamente simples: alienígenas estão atacando a Terra, então vamos matá-los! Você pode evoluir o atirador durão do seu esquadrão. Você pode até sentir tristeza quando o rifle de plasma de um extraterrestre liquefaz sua cabeça. No entanto, você não tem nenhum apego real pelos membros do esquadrão, esses personagens nem têm crachá – você joga X-COM pra dizimar alienígenas hostis em um campo de batalha. Todo o resto é fachada.

Doom

doom

Doom se resume a uma coisa: matar demônios de formas criativas e grotescas. Por que estamos matando demônios? Algo sobre uma invasão do Inferno? Seja como for, onde está o rifle de plasma? Alguns jogos de tiro em primeira pessoa, como System Shock, Thief e Deus Ex, dão foco total na história. Doom está na outra extremidade do espectro. É um jogo feito pra você desligar o cérebro e largar o dedo nos demônios após mais um dia frustrante no escritório.

Jogos de Nave

jogo de nave

O termo “shoot’em up” se refere a jogos como Galaga, R-Type, Ikaruga e Radiant Silvergun, particularmente populares nos fliperamas na década de 80. Você pilota uma nave e se depara com uma horda quase infinita de inimigos que tentam rasgar o seu veículo em pedaços. O desafio destes jogos é o que fazia você gastar mais fichas. O objetivo é afinar os seus reflexos e finalmente triunfar até o final do jogo. Alguns destes títulos, especialmente Ikraruga e Radiant Silvergun, têm histórias, mas a gente só foi descobrir isso graças à Internet décadas depois.

Super Maro Bros.

mario galaxy

Com a exceção do Super Mario RPG e da série Paper Mario, nenhum dos jogos dos Mario Bros. é conhecido pela história cativante. A franquia Mario se define, do início ao fim, pelas divertidas fases de plataformas. Cada jogo – desde o primeiro Super Mario Bros. no Nintendinho aos títulos recentes do Wii U – contém a mesma história superficial. Bowser rapta a Princesa Peach e Mario parte em missão pra resgatá-la. Nunca um lacaio da princesa cometeu traição ou um Yoshi questionou o hábito de Mario sacrificar a montaria pra alcançar um salto mais alto. O jeito é se contentar por mais e mais castelos pelo Reino Cogumelo.

Ninja Gaiden

ninja gaiden

Os jogos Ninja Gaiden pro Nintendinho estavam entre os primeiros a apresentar cut-scenes. Esta tradição continuou com o reboot de 2004 e suas sequências. Mas será que alguém realmente se preocupa com a história que estas cenas detalham? Na verdade não. A graça de Ninja Gaiden é decapitar um ninja do mal após o outro, matar alguns demônios de outro mundo e talvez ver umas assassinas com pouca roupa ao longo do caminho. Nossas exigências são simples, Ryu Hayabusa, portanto, menos conversa e mais ação!

Fonte: http://www.grunge.com/18158/awesome-video-games-nobody-plays-plot/

Deixe seu voto

0 points
Up Down

Votos totais: 0

Up: 0

Porcentagem de upvotos: 0.000000%

Down: 0

Downvotes percentage: 0.000000%


Quer enviar uma lista ou artigo? (Pode até virar video no canal!) Clique aqui!

Seja bem vindo ao Ei Nerd.

ou

Login

Esqueceu a senha?

Não tem uma conta? Cadastre-se

Fechar
de

Processando arquivos...

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
gameofthrones2
5 potenciais problemas da sétima temporada de Game of Thrones
shadowofthecolossus2
6 jogos de videogame deste século que se tornaram clássicos cult
capitãmarvelintro2
6 coisas que já sabemos sobre o filme da Capitã Marvel
guardiões2intro2
10 coisas que ainda não sabemos sobre Guardiões da Galáxia Vol. 2
gameofthrones2
5 potenciais problemas da sétima temporada de Game of Thrones
will smith genio aladdin
Will Smith deve interpretar Gênio em novo filme live-action de Aladdin
ggrf 2017
Game & Geek Rio Festival vai promover palestras Épicas!!!
Obi
Ewan McGregor quer participar de um spin-off de Star Wars focado em Obi-Wan Kenobi
America
Marvel revela que o Capitão América foi sempre um vilão
ggrf 2017
Game & Geek Rio Festival vai promover palestras Épicas!!!
thorragnarokintro1.2
3 momentos cruciais de Valquíria no trailer de Thor: Ragnarok
deadpool vampira 00
Deadpool e Vampira se beijam e formam casal em história em quadrinhos
Code Vein
Bandai Namco revela seu novo RPG de vampiros Code Vein
Anime
DMM Pictures revela Anime-Gataris, um novo anime que chega no inverno
Ghoul
Confira o novo teaser do live-action de Tokyo Ghoul
broly super saiyajin feminina
Dragon Ball Super: reveladas novas informações sobre versão feminina de Broly
Code Vein
Bandai Namco revela seu novo RPG de vampiros Code Vein
gamer lol esports
Jogos Asiáticos de 2022 terão competições de eSports
shadowofthecolossus2
6 jogos de videogame deste século que se tornaram clássicos cult
SNES
Rumor afirma que Nintendo deve lançar uma versão Classic do SNES este ano