As 4 melhores lendas de Westeros – Game of Thrones

Os White Walkers cavalgam aranhas gigantes

aranhas gigantes game of thrones

Depois de tantos anos, o inverno chegou na sétima temporada de Game of Thrones! Como você deve saber, as estações duram anos ou até décadas em Westeros e todo mundo já falou que o inverno vai ser longo. Mas não deve ser pior do que a lendária Longa Noite, um inverno que se passou oito mil anos antes do Jon Snow sequer nascer, quando quem não morria de frio, morria por falta de comida, afinal, faziam anos que nada florescia! Como se não bastasse, foi nessa época que os Outros decidiram dominar o mundo, olha que alegria!

Se você acha que os White Walkers já são ruins sendo bons de briga, imunes a ferimentos normais e ressuscitando quase todos os mortos num campo de batalha, saiba que as lendas dizem que eles cavalgavam aranhas gigantes! Óbvio que o mundo acha que esses pesadelos são só isso mesmo, pesadelos, mas muita gente também achava que os Outros e os gigantes também eram fábulas! Senhor dos Anéis e Harry Potter já apresentaram aranhas gigantes antes, mas nenhuma delas veio do gelo e nem foram usadas como montaria! Não sei você, mas eu acho que a série faria um grande desfavor pros fãs se não mostrassem essas aberrações até o fim dessa temporada de agora. Só falta isso pra gente ter certeza de que não vai dar pra vencer essa guerra.

O Rei que morreu no Trono de Ferro

maegor targaryen game of thrones

Dizem que sempre que um Targaryen nasce, os deuses lançam uma moeda. De um lado, a criança vai se tornar uma pessoa forte e próspera, do outro, uma pessoa louca e destrutiva. Isso é bem nítido entre Daenerys e seu falecido irmão Viserys, por exemplo. Mas outro caso famoso é Aegon, o Conquistador, que uniu os Sete Reinos com três dragões e algumas tropas, e seu filho Maegor, o Cruel – você pode imaginar de que lado da moeda cada um nasceu. Pra começo de conversa, Maegor era um babaca e ninguém gostava dele. E o mais legal: ele não deveria ser rei. O irmão dele morreu de forma suspeita e o Grande Meistre que disse que quem deveria suceder era o sobrinho dele foi decapitado.

Veja também:  Atores comentam quem ganharia luta entre Shazam!, Batman e Superman

A popularidade de Maegor só diminuiu enquanto ele brigava com a igreja, o que inclui ele se vangloriar de colecionar dois mil crânios de inimigos, que na verdade foram fazendeiros indefesos. Com todo esse histórico, não foi surpresa quando encontraram o corpo do rei empalado no Trono de Ferro. Isso mesmo, empalaram o rei naquele troço! E ninguém sabe quem foi, o cara tinha trocentos inimigos e nenhum amigo! Como ninguém sentiu falta dele, a vida de todo mundo seguiu em frente e Westeros foi um lugar mais feliz, ao menos por algum tempo.

Tywin Lannister era tão brutal que inspirou uma música

Os Lannister são famosos por três coisas: eles são podres de ricos, eles são implacavelmente espertos e eles têm a música tema mais legal de todas – tão legal que o Serj Tankian já cantou ao vivo. O ponto é: essa música foi inspirada no próprio Tywin Lannister. O cara que foi a Mão do Rei duas vezes tinha só 19 anos quando se deu conta de que seu pai estava prestes a arruinar o nome e o legado da família, então decidiu tomar as rédeas da situação e mandou cartas e hóspedes em seu nome pra todas as famílias que deviam dinheiro aos Lannister, sendo que os hóspedes só iriam embora quando a dívida fosse paga, só pra lembrar a todos quem é que realmente manda.

Duas famílias em especial se recusaram a pagar a dívida e, quando seus patriarcas foram convocados pessoalmente até Rochedo Casterly pra esclarecerem a situação, os caras declararam guerra contra os Lannister. E o que Tywin fez? Ele na verdade já estava pronto pra guerra, atacou de surpresa, dizimou e tacou fogo no castelo de um e mandou inundar as passagens subterrâneas do outro! Isso mesmo, os caras achavam que ficariam seguros em passagens subterrâneas e morreram afogados. Todos! Não sobrou um! Desde então, a canção Chuvas de Castamere e os Lannister não precisam mais enviar cartas com mensagens passivas/agressivas, eles simplesmente mandando um bardo recitar a canção e qualquer um se caga de medo.

Veja também:  Veja a lista dos vencedores do Emmy 2018, principal prêmio da TV

A Maldição de Harrenhal

harrenhall

Cerca de 300 anos antes de Arya Stark chegar em Harrenhal e conhecer Jaquen Hagar, Aegon Targaryen traçava sua campanha de conquista de Westeros. Se você fosse um lorde, soubesse que muitos vizinhos viraram churrasco depois da visita de um dragão cuspidor de fogo, se ajoelhar ao novo rei parecia uma boa ideia, não? Harren, o Negro, o último Rei de Ferro, governante das Terras Fluviais e das Ilhas de Ferro e senhor de Harrenhal na época, mais um dos muitos babacas da história de Westeros, não pensava dessa forma. Como se sentia muito seguro dentro do seu enorme castelo, que tem o triplo de tamanho de Winterfell, ele simplesmente decidiu desafiar Aegon. Erro rude.

Os dragões basicamente cuspiram fogo no castelo até eles parecerem o candelabro de velas derretidas que é hoje. A lenda da maldição não começou quando Harren e todos os seus filhos morreram, deixando os títulos de lorde das Ilhas de Ferro pros Greyjoy e das Terras Fluviais pros Tully. Como se não bastasse, outro babaca assumiu Harrenhal, um tal de Gargon Qoherys, que fez uso de uma antiga lei que permitia um nobre de desvirginar qualquer noiva, mas acabou gerando revolta no pai de uma das meninas – por que será, né? – e foi atacado por mercenários e castrado. Em seguida, Lucas Harroway assumiu Harrenhal e pensou que ia se dar muito bem quando sua filha se casou com o rei. O problema é que o rei em questão era Maegor, que acabou assassinando a esposa, o sogro e toda a família Harroway. Pra decidir quem ficaria com Harrenhal, Maegor achou que seria divertido uma batalha até a morte entre dúzias de guerreiros. O vencedor foi Sor Walton Towers, que morreu pelas feridas da competição e sua família não durou três gerações depois disso. A próxima casa foi a Strong, primeiro o lorde e seu filho morreram pegando fogo dentro do castelo e depois o último herdeiro morreu pelas mãos de um Stark. Depois foi a casa Lothston, que foi dizimada depois que a lady Danelle Lothston abusou de magia negra. Quem comanda Harrenhal agora é a casa Whent, que ainda está esperando pra descobrir que desgraça vai acontecer.


Quer enviar uma lista ou artigo? (Pode até virar video no canal!) Clique aqui!

Log in

With social network:

Or with username:

You’ll be automatically logged in 5 seconds.

Esqueceu a senha?

Não tem uma conta? Registre-se

Esqueceu sua senha?

Digite seus dados de conta e nós enviaremos a você um link para recuperar sua senha.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Fechar
de

Processing files…

Loki, Feiticeira Escarlate e mais? Tudo sobre as futuras séries da Marvel
Quais personagens antigos voltam em Capitã Marvel (e como eles voltam)
10 detalhes que você pode ter deixado passar no primeiro trailer de Capitã Marvel
Capitã Marvel: tudo sobre sua origem, poderes e mudanças no filme
Loki, Feiticeira Escarlate e mais? Tudo sobre as futuras séries da Marvel
Com Emily Bluny, O Retorno de Mary Poppins mistura elementos de animação
Por que os simbiontes vieram à Terra no filme do Venom?
Ênio e Beto são casal gay, diz roteirista de Vila Sésamo
Batman aparece sem roupas pela primeira vez nos quadrinhos
Neymar lança série de quadrinhos em que aparece como herói
Turma da Mônica ganha game para PlayStation 4 e Nintendo Switch
Serviço de streaming DC Universe ganha data de lançamento; confira
Dragon Ball Super: Broly deve ter luta em outra dimensão com efeitos CGI
Anime de Boruto mostra a hipocrisia de Naruto como Hokage; entenda
Boruto vai até o esconderijo de Orochimaru e descobre clones de Mitsuki
Dragon Ball Super: Broly ganha novo pôster com os Saiyajins do filme
Games Gwent e spin-off de The Witcher ganham data de lançamento
Devil May Cry 5 tem novo trailer, personagem inédito e informações; veja
Sony anuncia console PlayStation Classic com 20 jogos na memória
fortnite
Fortnite é considerado justificativa em mais de 200 casos de divórcio em 2018