8 Piores Games de Super-Heróis

Super-heróis e videogames podem parecer a combinação mais natural do mundo, mas não é bem assim. Frequentemente os jogos de super-heróis falham estupendamente ao não fornecer qualquer sensação de estarmos no controle dos nossos personagens favoritos. Aqui está uma olhada em alguns dos piores criminosos de todos os tempos.

Superman: The New Adventures (Nintendo 64)

Esse é o exemplo mais óbvio. Superman: The New Adventures – ou como é mais casualmente e odiosamente conhecido, Superman 64 – é um exemplo de um título de super-herói em que absolutamente tudo deu errado. A Titus Software pegou uma incrível série de quadrinhos e animações de televisão e reduziu tudo a uma pilha de bugs insultuosos – e tiveram a audácia de chamar de jogo. É tedioso, bugado e quase impossível de jogar. A Titus culpou a Warner Bros pelas limitações colocadas sobre o jogo, mas isso é como culpar suas mãos por socar a cara do seu irmão – você provavelmente teve uma quantidade razoável de controle sobre a situação.

Por ter sido lançado em 1999, o jogo ainda alcançou o status de best-seller com base na grandeza da série animada – e como os sites de jogos ainda serem uma coisa relativamente nova na época, os avisos não circularam rápido o suficiente pra salvar os jogadores inocentes de desperdiçar seu dinheiro e tempo neste lixo.

Aquaman: Battle for Atlantis (GameCube / Xbox)

Com uma pontuação 26 no Metacritic, o único jogo solo do Aquaman foi uma tragédia absoluta – como se o cara já não tivesse inseguranças o suficiente pra lidar. Um jogo sem muita razão pra existir, Aquaman: Battle for Atlantis sofre principalmente do fato de que o personagem não é o mais dinâmico e excitante da DC. Enquanto Aquaman é capaz de chamar a ajuda dos animais submarinos próximos e executar alguns movimentos extravagantes, o jogo acabou sendo apenas um “esmaga botões” sem sentido. Talvez o fato deste jogo não ter saído pro PlayStation 2 prove a superioridade do console em relação à sua concorrência.

Batman: Dark Tomorrow (GameCube / Xbox)

Uma nobre tentativa de trazer um jogo preciso do Batman, Dark Tomorrow é uma experiência ainda mais sombria do que o título sugere. Embora a premissa de lutar contra a galeria de vilões do Batman soa excelente de longe, a maior falha do jogo reside num único defeito: ele é praticamente impossível. Se você não encontrar um único dispositivo que não é mencionado em nenhum lugar do jogo, Ra’s al Ghul destrói o mundo. Enquanto isso é muito bonito do ponto de vista do vilão, simplesmente não funciona como um videogame.

Todo o título desabou no Inferno do desenvolvimento sob uma pilha de “cutscenes” cinematográficas, exploração de mundo aberto e uma trilha sonora orquestral. A confusão geral, um sistema de combate terrível e os mesmos ângulos de câmera terríveis que assolaram todos os primeiros jogos 3D enviaram Dark Tomorrow numa queda livre pra lamentável pontuação 27 no Metacritic – e o mundo teve que esperar a Rocksteady salvar o Batman. OBS: Reparou que esse jogo também não saiu pro PS2?

X-Men: Destiny (PS3 / Xbox 360 / Wii)

Não é só a DC que faz jogos terríveis. X-Men: Destiny parecia ser o game de mutantes que todos os fãs sempre sonharam. Você assume o papel de um jovem mutante contra as forças anti-mutantes… Exceto pelo detalhe de que nenhuma das suas escolhas realmente afeta o resultado geral. É como pedir sopa e receber borracha.

Além da crueldade de fingir oferecer livre arbítrio ao jogador, X-Men: Destiny também foi criticado por parecer inacabado e ter mecânicas de combate tediosas. A Silicon Knights produziu alguns bons jogos, mas de acordo com a Kotaku, o estúdio estava num estado de desordem irreparável quando produziu esse lixo mutante. O resultado foi um fracasso com uma pontuação de 44 no Metacritic.

Silver Surfer (NES)

Nós podemos cavar muito fundo quando se trata de terríveis jogos da Marvel, mas Silver Surfer de 1990 pro Nintendinho é o pior. Enquanto os jogos da Nintendo são geralmente muito difíceis, o do Surfista Prateado combina um “shooter side-scrolling” padrão com a graça e a agilidade de uma batata cozida. Como um super-herói brilhante, todos os seus incríveis poderes são reduzidos a atirar pontinhos prateados. Pior de tudo, se tocar em qualquer coisa, você está morto, o que não é realmente uma representação justa do Poder Cósmico.

As fases incluem Roma Antiga Neon, Pântano Marrom da Lua, Casa Mal Assombrada e os Intestinos do Galactus… E cada uma é ridícula e quase intransitável. Deve ser difícil ser um super-herói… Mas se você é derrotado por uma abóbora, procure outro emprego.

The Tick (Super Nintendo / Mega Drive)

Heróis menores podem errar também e The Tick é mais uma tentativa falha de transformar um grande quadrinho num jogo. Enquanto é um “beat ’em up side-scrolling” normal ao estilo Double Dragon, o jogo se destrói ao fazer toda a primeira fase como uma piada.

Chamada “A Noite de um Milhão de Zilhão de Ninjas”, a fase contém tantos ninjas que literalmente leva cerca de uma hora pra terminar de socar a primeira tonelada de ninjas, o que é um pouco engraçado. Depois da segunda tonelada, deixa de ser divertido. As fases subsequentes são mais do mesmo ataque interminável de capangas idênticos e adivinha qual é a sua recompensa final por contrair lesões permanentes no polegar e terrores noturnos: uma imagem de The Tick e Arthur numa motocicleta. Você já podia baixar uma imagem do palhaço azul pela internet naquela época, tornando este prêmio num par de meias no Natal.

Iron Man/X-O Manowar in Heavy Metal (Sega Saturn / PlayStation)

Já ouviu falar do herói X-O Manowar da Valiant Comics? Pois é, nem eu. Só sei que esse cara e o Homem de Ferro se uniram praticamente porque ambos vestem armaduras. O jogo fez tanto sentido como formar uma banda com dois baixistas e ninguém mais – e ninguém sequer gostava de um deles.

Iron Man/X-O Manowar in Heavy Metal foi criticado por uma longa lista de falhas fatais, desde o decadente gráfico 3D até pela sua própria chatice. A aventura gerou uma aventura de duas edições em quadrinhos… E uma miserável pontuação 4/10 das revistas da época.

Incredible Hulk (Xbox 360 / PS2 / PS3 / Wii)

Baseado no filme de mesmo nome de 2008, Incredible Hulk tentou dar sequência ao excelente Hulk: Ultimate Destruction. Jogos de filmes geralmente não funcionam e esse Hulk produzido pela Edge of Reality nem sequer tentou quebrar esse molde duplamente decepcionante, considerando que quebrar coisas faz parte do ofício do grandalhão verde.

Os críticos deram ao jogo um esmagador “mais ou menos”, mesmo com a inclusão de inimigos impressionante como os U-Foes e Bi-Beast. Depois que tudo foi dito e feito, Incredible Hulk se saiu tão bem quanto o filme, marcando um momento muito estranho no florescimento do Universo Cinematográfico Marvel e uma desagradável decepção pros jogadores.

Deixe seu voto

-1 points
Up Down

Votos totais: 1

Up: 0

Porcentagem de upvotos: 0.000000%

Down: 1

Downvotes percentage: 100.000000%


Quer enviar uma lista ou artigo? (Pode até virar video no canal!) Clique aqui!

Seja bem vindo ao Ei Nerd.

ou

Login

Esqueceu a senha?

Não tem uma conta? Cadastre-se

Fechar
de

Processando arquivos...

the walking dead-carl capa
Personagem importante morrerá em The Walking Dead; entenda por quê
x-men fênix negra-capa
6 razões para ficar animado com X-Men: Fênix Negra
vingadores guerra infinita-trailer capa
Vingadores: Guerra Infinita: o Capitão América criou os Vingadores Secretos?
flash- e legends capa
9 perguntas sobre o futuro das temporadas de Flash e Legends of Tomorrow
os novos mutantes trailer
Os Novos Mutantes ‘tem um lado de terror’, revela Alice Braga
will smith
‘Eu deveria morar aqui no Brasil’, diz Will Smith na Comic Con
fernanda montenegro comic con experience ccxp
Comic Con Experience celebra trabalho de Fernanda Montenegro, fã de HQs
a forma da água globo de ouro
Globo de Ouro 2018: A Forma da Água é o destaque; veja indicados
sakura card captors
Continuação de Sakura Card Captors ganha trailer legendado e data de estreia no Brasil
Top 6 filmes de heróis que precisam de um reboot urgente - X-Men
6 filmes de heróis que precisam de um reboot urgente
(Foto: Jonathan Alcorn/Bloomberg)
Stan Lee revela que Homem-Aranha quase não existiu
deadpool-justiceiro
Deadpool dá um beijo no Justiceiro em nova HQ dos Defensores
ryan reynolds detetive pikachu pokémon
Ryan Reynolds estará em Detetive Pikachu, filme de Pokémon
my hero academia
Primeiro filme do anime My Hero Academia será lançado em 2018
Naruto to Boruto
Boruto vai mostrar semelhanças do personagem principal com Naruto
freeza saiyajins
Criador de Dragon Ball fala sobre a relação entre Freeza e os Saiyajins
The Legend of Zelda Breath of the Wild
Zelda: Breath of the Wild é eleito Jogo do Ano no Game Awards 2017; veja vencedores
mega man 11
Capcom anuncia Mega Man 11 e relançamentos da franquia
darksiders 2 deathinitive playstation 4 ps4 playstation plus ps plus
Veja os jogos gratuitos da PlayStation Plus em dezembro
DmC- Devil May Cry
Vazamentos podem ter revelado detalhes de Devil May Cry 5