Assassinato no Expresso Oriente: o que muda entre dois filmes e um livro

O “melhor detetive do mundo”, Hercule Poirot ganhou um toque a mais de protagonismo e sensibilidade na nova produção do Assassinato no Expresso Oriente, que estreou na última quinta-feira, 30 de novembro.

Este é o segundo filme baseado no livro homônimo, publicado por Agatha Christie nos anos 1930, que narra a viagem de um grupo de passageiros e um assassinato durante uma tempestade de neve. A primeira produção é de 1974, e segue o texto original ao priorizar a investigação e não a excentricidade do detetive.

Nas várias histórias do detetive belga, ele é descrito como um senhor vaidoso, atento, meticuloso e cheio de manias. Nesta nova produção, o “senhorzinho” está imbatível, e ganhou até um tom filosófico, romântico e nostálgico – lembra a surpresa em 007 – Cassino Royale, quando James Bond se apaixona e até quase morre.

Assista ao trailer:

Personalidade

Interpretado por Kenneth Branagh, quem também dirige o filme após trabalhar em Thor, em 2011, e Cinderela, em 2015, Poirot aparece educado, com voz mansa e olhar sensível, em um retrato fiel ao “lorde belga” que se vê no texto de Agatha Christie – uma das poucas fidelidades, adianta-se. É uma abordagem diferente da vista em 1974: ali o detetive gritava, era arrogante e grosseiro.

Na primeira produção, dirigida por Sidney Lumet (12 Homens e Uma Sentença, 1957), Poirot é o protagonista, mas “empresta sua importância” para os 12 passageiros suspeitos de terem cometido um dos crimes da trama. O telespectador se envolve com a história e o comportamento de cada um, assim como o leitor de Agatha acompanha a sequência dos relatos e procura um nexo entre os fatos.

Já no novo filme, a inteligência de Poirot é o cerne do roteiro, assinado por Michael Green (Logan, 2017). E para honrá-la, a solução do crime é revelada aos poucos, e não apenas no final, como ocorre no livro e na produção de Lumet. As associações são apresentadas ao telespectador no mesmo ritmo em que são feitas por Poirot, estratégia de roteiro que nos prende ao detetive e não à história como um todo. É o oposto do que acontece no texto e do primeiro filme: trama, suspeitos e detetive formam uma única história.

Veja também:  Onde Fênix Negra se encaixa na linha do tempo dos X-Men?

Surpresa

A produção surpreendeu ao abordar questões de raça, classe social e preconceito entre nacionalidades. Para isso foi preciso mudar a identidade de dois personagens, e valeu a pena.

Como se esperava, dado o avanço das técnicas cinematográficas, Branagh acertou no cenário: as comidas são apetitosas e envolventes, compreende-se a situação dramática em que o trem está e as cabines são mesmo de primeira classe. Ao jornal The Guardian o diretor disse que o objetivo era fazer o telespectador “sentir o cheiro do trem e da neve”. Deu certo.

O suspense

Quanto às cenas de suspense e ação, são tensas e boas, apesar de não constarem no livro. Características das grandes produções, elas tomaram o lugar das situações surpreendentes, como quando “provas” do crime são deixadas na cabine de Poirot – um susto a mais para o leitor. Já a produção de 1974 optou por manter as surpresas, ainda que em momentos diferentes da obra original.

Mas uma das alterações parece descaso com o texto de Agatha: alguns vínculos entre os personagens estão diferentes, embora sem razão aparente para isso.

De forma geral, o novo filme, produzido pela Fox, é mais sobre Poirot do que sobre o caso e a investigação. É bom para o admirador do detetive, mas os leitores de Agatha ou seguidores de Lumet esperavam algo a mais.

Deixe seu voto

3 points
Up Down

Quer enviar uma lista ou artigo? (Pode até virar video no canal!) Clique aqui!

Log in

With social network:

Or with username:

You’ll be automatically logged in 5 seconds.

Esqueceu a senha?

Não tem uma conta? Registre-se

Esqueceu sua senha?

Digite seus dados de conta e nós enviaremos a você um link para recuperar sua senha.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Fechar
de

Processing files…

Como Matt Murdock sobreviveu? Relembre os eventos do Demolidor antes da 3ª temporada
Atores escondem sexualidade para não perder grandes papéis, diz Sulu de Star Trek
Teoria indica onde os heróis mortos estarão em Vingadores 4
Maisie Williams fala sobre última cena de Arya em Game of Thrones
Hora da Aventura continua em HQ com Simon e Marceline protagonistas
Sabia que o sentido aranha do Homem-Aranha surgiu acidentalmente?
O dia em que Venom e Hulk formaram uma dupla para salvar uma cidade
Executivos da DC falam sobre polêmica dos genitais do Batman em HQ
Imagem de Dragon Ball Super: Broly mostra o vilão com visual estranho
Possível sinopse de Dragon Ball Super: Broly revela detalhes da trama
Boruto Uzumaki deve conseguir sua maior invocação até agora no anime
Dragon Ball Super: Broly deve ter alterações drásticas na origem do vilão
Trailer de lançamento de Red Dead Redemption 2 é lançado; assista
fortnite
Desenvolvedora de Fortnite processa youtubers por uso e venda de códigos
Conheça 5 jogos de sorteios e cassinos para smartphones
pokémon go
Quarta geração de pokémons chega ao Pokémon GO e teaser incrível é divulgado
Como Matt Murdock sobreviveu? Relembre os eventos do Demolidor antes da 3ª temporada
Bane e mais: possíveis papéis para Dave Bautista em Esquadrão Suicida 2
A She-Venom pode aparecer em Venom 2? Entenda
Horror, Carnificina e mais: o que precisa ser explorado em Venom 2
bolsonaro
Bolsonaro promete tentar revogar limite de encaminhamento do WhatsApp
Criador do Android está fazendo celular que pode enviar mensagens por você
Cofundador da Microsoft, Paul Allen morre aos 65 anos
Samsung anuncia Galaxy A9, celular de câmera com quatro lentes