Bowser, Nemesis e mais : os 15 chefões mais influentes dos videogames

Se existe um conceito que é amplamente conhecido dentro dos videogames são os famosos chefes ou chefões, os grandes inimigos que costumam estar no final de cada estágio ou em determinados momentos de cada título para desafiar o jogador. Alguns não são grande coisa e bastam apenas alguns golpes para derrotá-los, enquanto que outros te obrigam a usar tudo que você tem em mãos para que você saia vencedor.

Mas, claro, existem aquelas lutas de chefes que acabaram influenciando outras por aí por conta de seus aspectos e características.

Confira abaixo os 15 chefões mais influentes da história dos videogames.

15) Hydra – God of War

Por que foi importante: popularizou os Quick Time Events nas lutas de chefe

Shenmue foi o game que ajudou a popularizar os Quick Time Events, seja para coisas simples ou até mesmo algumas sequências de ação. Mas o importante é que eles surgiram como forma de fazer o jogar participar de uma cena que, anteriormente, não proporcionava qualquer tipo de interação.

A Hydra, um dos chefões do primeiro God of War, foi o primeiro título a introduzir esse conceito em uma batalha de chefe de videogames. A ideia pegou tanto que outros games começaram a fazer o mesmo, alternando as sequências de ação com os Quick Time Events.

14) Todos os chefões do primeiro Mega Man

Por que foi importante: criou a ideia de você derrotar um chefe pra adquirir certa habilidade

Mega Man pode parecer um game que atrai a todos por seu visual amigável e cartunesco, mas quem jogou o original sabe que o título é bastante difícil. Mas ele também foi importante ao introduzir a ideia de premiar o jogador após ele derrotar um dos chefões, como as habilidades Thunder Beam e Fire Storm.

Essa ideia ficou popular mesmo em The Legend of Zelda, mas quem a lançou foi Mega Man.

13) Murai – Ninja Gaiden

Por que foi importante: já iniciou o game com uma luta difícil

Murai, o primeiro chefe de Ninja Gaiden, ficou famoso por já apresentar um grande nível de dificuldade para o jogador, que mal havia começado sua jornada na pele de Ryu Hayabusa.

Murai ataca jogador de forma desenfreada e até mesmo impiedosa com o seu par de nunchakus e contra-ataques, sem se importar com o fato de que ele era apenas o primeiro de muitos que o jogador ia enfrentar. Mas já foi o suficiente para  mostrar como que Ninja Gaiden era um game de alta dificuldade.

12) Mike Tyson – Punch Out!

Por que foi importante: exigia do jogador o reconhecimento de padrões, reflexos e a hora certa de atacar

Punch Out! foi o primeiro game a exigir de seus jogadores que eles reconhecessem a estratégia de chefes e que soubessem a hora certa de atacar. O game foi lançado em 1987, época em que o ex-boxeador Mike Tyson estava no auge de sua carreira, e ele foi escolhido para ser o chefe final do título da Nintendo.

E a luta conta Tyson era um verdadeiro pesadelo, pois se o jogador realmente não reconhecesse suas técnicas e a hora certa de atacá-lo, vencê-lo era virtualmente impossível, já que seus golpes tiravam bastante vida de Little Mac.

11) Psycho Mantis – Metal Gear Solid

Por que foi importante: te fez quebrar a quarta parede para vencer

Hideo Kojima é um especialista em quebrar a quarta parede em seus games, especialmente em Metal Gear Solid. No início, a série era limitada por conta dos consoles do final dos anos 80 e início dos 90. Mas aí veio o PS1 e tudo mudou.

Quando o jogador enfrentava o chefe Psycho Mantis, era impossível vencê-lo, já que por conta dos seus poderes, ele conseguia desviar de todos os tiros. Mas bastava você plugar seu controle em outra entrada e pronto, tudo ficava mais fácil.  Outro ponto que mostra como Kojima é genial e único dentro do mercado de videogames.

10) O “esponja de balas” – vários títulos

Por que foi importante: introduziu o chefe que tinha uma vida quase infinita.

Esse é um aspecto introduzido há pouco tempo por títulos como Destiny e The Division: aqueles chefes que precisam de centenas de tiros para serem derrotados, resultando na criação do termo “Bullet Sponge” (ou “Esponja de Balas”, em tradução literal).

Veja também:  Nintendo PlayStation: o videogame que Sony e Nintendo jamais lançaram

Foi uma maneira encontrada pelos desenvolvedores mais recentes de aumentar a dificuldade de um videogame sem mexer muito em sua fórmula base.

O primeiro “Esponja de Balas” surgiu em Perfect Dark Zero, mas sabemos que no fundo, muitos jogadores não gostam dessa prática, mesmo após ela ter se popularizado.

9) Qualquer Colosso – Shadow of The Colossus

Por que foi importante: mostrou que o espetáculo pode ser parte fundamental da batalha.

Uma batalha de chefe realmente precisa passar a impressão de se tratar de algo épico e memorável, não é mesmo? E Shadow of The Colossus levou isso ao pé da letra.

Cada luta contra os 16 chefes do game é única e inesquecível e se encaixou com toda a arte por trás do título. Cada encontro com os colossi do game parece ter saído de um livro antigo e clássico.

8) Senhor Frio – Batman: Arkham City

Por que foi importante: te forçou a usar todos os movimentos e táticas que você aprendeu no game

Mega Man introduziu a ideia de o jogador ganhar uma habilidade ao derrotar certo chefe, enquanto que Legend of Zelda apresentou o conceito de luta em estágios (já falaremos disso). E Batman: Arkham City foi o primeiro a misturar esses conceitos.

Na luta contra o Senhor Frio, o jogador é forçado a usar quase todas as técnicas que aprendeu durante o game. Ao invés de querer atacar Victor Fries de uma vez, o jogador é forçado a analisar as táticas do local de batalha e utilizá-las em seu favor.

Foi um encontro único que forçou os jogadores a lembrarem todos os movimentos que o Batman conseguia fazer no game.

7) Nemesis – Resident Evil 3: Nemesis

Por que foi importante: apresentou um chefe que te persegue o jogo todo

Os dois primeiros títulos de Resident Evil foram importantes para estabelecer o gênero de terror nos vídeo games, mas foi o terceiro, Nemesis, que introduziu o chamado terror psicológico.

O grande inimigo do game poderia aparecer a qualquer momento para assustar o jogador, que precisava encontrar uma forma de fugir de Nemesis a qualquer custo. Ele ainda atormenta a vida de muitos jogadores desde então.

6) Xenomorfo – Alien: Isolation

Por que foi importante: fez do jogo um longo encontro

Esse é um exemplo inspirado no Nemesis. Em Alien: Isolation, a Creative Assembly criou um xenomorfo que praticamente anda pelas paredes quase que o tempo todo. Ele era capaz de aparecer em absolutamente qualquer local do game e assustar o jogador, que não tem muita opção a não ser se esconder.

Foi uma escolha que assustou muitos jogadores, mas fez muita gente se lembrar dos filmes  clássicos da série.

5) Sephiroth – Final Fantasy VII

Por que foi importante: trouxe emoção para as lutas contra os chefões

Além de ser o título mais famoso da franquia, Final Fantasy VII também trouxe uma batalha final cheia de emoção para o jogador, muito por conta de sua história cheia de momentos tocantes, como a destruição de Nibelheim, a raiva que Sephiroth sentia por conta de sua criação e a morte de Aeris.

Além disso, a conexão do vilão com Cloud e Zack só deixou tudo mais emocionante nos momentos finais do game, transformando a luta final em algo memorável e emocionante.

4) Ganondorf – The Legend of Zelda: Ocarina of Time

Por que foi importante: introduziu pequenos estágios dentro da luta contra o chefe.

The Legend of Zelda: Ocarina of Time é considerado por muitos como o melhor videogame de todos os tempos. E na batalha final contra Ganondorf, o jogador é forçado a passar por vários estágios dentro da própria luta antes de derrotá-lo de uma vez por todas. Além disso, também era preciso se lembrar de parte dos movimentos apresentados no jogo para vencê-lo.

Esse último ponto lembra Batman: Arkham City, que deu um passo adiante ou te forçar a lembrar de tudo, mas o conceito já foi parcialmente apresentado em Ocarina of Time.

3) The End – Metal Gear Solid 3

Por que foi importante: a luta de chefe mais demorada da história (pode demorar de duas a três horas)

Hideo Kojima realmente sabia como criar uma luta de chefe, basta se lembrar do exemplo de Psycho Mantis. Mas em Metal Gear Solid 3, ele apresentou o The End, um velhote que deu muito, mas muito trabalho para os jogadores.

Veja também:  Red Dead Redemption 2 ganha primeiro vídeo de gameplay; assista

O motivo é que o local de batalha é enorme e oferece muitos lugares para os dois lados da luta se esconderem, além de se tratar de um verdadeiro jogo psicológico, já que vencia quem atirasse primeiro. Tanto que muitos consideram essa uma das melhores lutas de chefes da história. O único contratempo é que ela poderia demorar horas.

O próprio Hideo Kojima disse que ele tomou essa decisão de propósito. Se você não tem muita paciência, saiba que existem outras formas de eliminá-lo rapidamente.

2) Bowser – Super Mario Bros.

Por que foi importante: Estabeleceu o conceito dentro dos videogames

Se você já tem seus 30 e poucos anos, deve citar o Bowser ou o Doutor Eggman/Robotnik como os primeiros chefões de videogames que você se lembra.

E a ideia de Shigeru Miyamoto em colocar um enorme lagarto no meio do caminho para te atrapalhar continua na mente de muita gente por aí. Além disso, ele tinha espinhos nas costas e era capaz de cuspir fogo, fomentando de vez a ideia de um chefe no final da fase de videogames.

1) Dragão Dourado – dnd

Por que foi importante: introduziu o conceito

Muita gente por aí nunca ouviu falar de dnd, título lançado em 1975 para o primitivo e quase desconhecido  PLATO System. Mas saiba que ele foi muito importante na história dos videogames por um simples motivo: foi ele que introduziu o conceito de chefes/chefões.

Do mesmo tamanho do arquivo em que essa lista foi escrita, em um determinado momento do jogo, você precisa enfrentar o Dragão Dourado, o primeiro inimigo da história que tinha pontos de vida extras que, mais tarde, ganhou o nome de chefe.

Por conta disso, não deixe de agradecer a dnd por ter apresentado esse conceito tão famoso, conhecido e querido dentro dos videogames.

Fonte: What Culture

Ei Nerd, não deixe de conferir:

Deixe seu voto

8 points
Up Down

Quer enviar uma lista ou artigo? (Pode até virar video no canal!) Clique aqui!

Log in

With social network:

Or with username:

You’ll be automatically logged in 5 seconds.

Esqueceu a senha?

Não tem uma conta? Registre-se

Esqueceu sua senha?

Digite seus dados de conta e nós enviaremos a você um link para recuperar sua senha.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Fechar
de

Processing files…

Quais personagens antigos voltam em Capitã Marvel (e como eles voltam)
10 detalhes que você pode ter deixado passar no primeiro trailer de Capitã Marvel
Capitã Marvel: tudo sobre sua origem, poderes e mudanças no filme
7 atores que poderiam ser o novo Superman nos cinemas
Por que os simbiontes vieram à Terra no filme do Venom?
Ênio e Beto são casal gay, diz roteirista de Vila Sésamo
Sequência de Space Jam é anunciada com LeBron James como protagonista
Coringa: veja novas fotos do set e easter egg da série de jogos Arkham
Batman aparece sem roupas pela primeira vez nos quadrinhos
Neymar lança série de quadrinhos em que aparece como herói
Turma da Mônica ganha game para PlayStation 4 e Nintendo Switch
Serviço de streaming DC Universe ganha data de lançamento; confira
Dragon Ball Super: Broly deve ter luta em outra dimensão com efeitos CGI
Anime de Boruto mostra a hipocrisia de Naruto como Hokage; entenda
Boruto vai até o esconderijo de Orochimaru e descobre clones de Mitsuki
Dragon Ball Super: Broly ganha novo pôster com os Saiyajins do filme
Devil May Cry 5 tem novo trailer, personagem inédito e informações; veja
Sony anuncia console PlayStation Classic com 20 jogos na memória
fortnite
Fortnite é considerado justificativa em mais de 200 casos de divórcio em 2018
Easter egg no jogo Spider-Man te faz voltar à época do PS1