Crítica: Cemitério Maldito é a história mais assustadora de Stephen King

Smucky, the cat, he was obedient – O gato Smucky era obediente. Pertencia à filha de Stephen King. O escritor morava no Maine, numa casa próxima a uma estrada. Passavam caminhões em alta velocidade. O gato foi atropelado e morreu. Teve direito a funeral, foi enterrado num cemitério de animais. Como escritor de narrativas fantásticas, o ‘rei’ Stephen deu asas à imaginação E se Smucky voltasse?

Essa foi a base realista de Cemitério Maldito. O filme deveria ter sido realizado por George A. Romero, mas ele tinha outros compromissos. Convidado, Tom Savini também declinou.

Foi a chance de Mary Lambert, que fez o filme em 1989. Há 30 anos! O próprio Stephen King dizia que era a mais assustadora de suas história. A única que lhe metia medo. Passadas três décadas, e com o incremento dos efeitos, do gore, Pet Sematary ganhou nova versão na tela.

Em dezembro, o produtor Lorenzo Di Bonaventura esteve em São Paulo, na CCXP, para promover Bumblebee. Ele também produz Cemitério Maldito. Em conversa com o repórter, prometeu novidades no filme. “Tem algumas coisas bem diferentes.” A nova versão tem direção de uma dupla, Kevin Kolsch e Dennis Widmyer. É bem scary.

O novo Cemitério Maldito estreia nesta quinta-feira (9), num mercado saturado pelo efeito Vingadores. E o interessante é que o canal Paramount, da TV paga, aproveita e reprograma o Cemitério antigo – nesta quinta, às 23h30; sexta, às 14h50. Em ambos, o gato é peça fundamental. A grande diferença talvez esteja nas crianças – no menino. Preste atenção.

Cemitério Maldito, 1989

Além de autor da história, Stephen King faz uma participação como ator. É o padre, na cena do funeral.

Pode não significar nada, mas quer dizer alguma coisa, sim. Na casa de Rachel, há uma foto de um menino, que pertence ao passado dela (e indica um possível trauma). Ele usa a mesma roupa que o filho veste no desfecho. Faz parte da encenação macabra. Estava escrito?

Veja também:  Clássico dos anos 1980, Hellraiser: Renascido do Inferno ganhará reboot

A trilha é da banda nova-iorquina Ramones, que Stephen King adorava. Pet Sematary, composta para o filme, virou hit.

Fred Gwynne faz o vizinho velho que tenta advertir o pai. Na nova versão, o papel é de John Lithgow, que protagoniza uma cena de cortar o fôlego – na escada.

O gato. O da filha de Stephen King podia ser obediente, mas o da ficção… Salva-se quem puder! O terceiro ato – o clímax- é terrível.

Cemitério Maldito, 2019

Tudo agora é mais intenso, e de cara o clima idílico da chegada à nova casa é interrompido pelo caminhão veloz que quase comete o primeiro atropelamento.

A explicação sinistra é que o cemitério, construído num território indígena, tem a terra podre. Os próprios nativos temiam seus efeitos.

O pai médico, interpretado por Jason Clarke, vive dividido entre a racionalidade da ciência e a emoção, o desejo de proteger a filha, depois a família, que o leva a fazer escolhas erradas. São essas escolhas que precipitam a tragédia.

A menina foi escolhida pelo olhar estranho. Quando as coisas começam a ocorrer, o espectador não estranha.

O menino do primeiro filme tem umas brincadeiras agressivas. Se você pesquisar Miko Hughes nas redes vai encontrar coisas bizarras. Ele brincando com um estilete, avançando agressivo para a câmera.

Algumas cenas foram filmadas com bonecos representando Miko (e que eram manipulados por técnicos, como se fossem marionetes). No novo filme, ele é uma fofura. Por isso mesmo, o desfecho em aberto – Cemitério Maldito 2? – é mais cruel.

O cinema industrial faz muitos filmes para celebrar a família. Esse é sobre a família maligna. Um a um seus integrantes vão sendo dominados pelo mal, como adverte o garoto atropelado no começo e que recebe atendimento do pai médico no hospital. É um caminho sem volta.

Veja também:  Professor Hulk: conheça a origem e os principais poderes dele

Stephen King tinha razão. É sua história mais assustadora.

As diferenças entre o livro e o filme de Cemitério Maldito


Quer enviar uma lista ou artigo? (Pode até virar video no canal!) Clique aqui!

Log in

With social network:

Or with username:

You’ll be automatically logged in 5 seconds.

Esqueceu a senha?

Não tem uma conta? Registre-se

Esqueceu sua senha?

Digite seus dados de conta e nós enviaremos a você um link para recuperar sua senha.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Fechar
de

Processing files…

Guardiões da Galáxia Vol. 3 deve terminar a história de Rocket na Marvel
Imagens do último episódio de Game of Thrones são divulgadas; veja
encolhi as crianças
Clássico Querida, Encolhi As Crianças ganhará reboot/continuação
vingadores ultimato
10 teorias de Vingadores: Ultimato que os fãs acertaram
Marvel anuncia que vai cancelar e relançar todas as HQs de X-Men
O Homem de Ferro já usou a Manopla do Infinito nas HQs
Nova: história, poderes e habilidades do herói da Marvel
Multiverso: conheça os universos paralelos da Marvel
Boruto: Naruto Next Generations pode ter retorno de antigo ninja morto
Detetive Pikachu conta com referências a Ash Ketchum
Os easter eggs e referências de Pokémon em Detetive Pikachu
Yu Yu Hakusho ganha adaptação para teatro no Japão
Com James Wan, novo filme de Mortal Kombat começará a ser gravado
cavaleiros do zodíaco
Novo game de Cavaleiros do Zodíaco, Saint Seiya: Galaxy Spirits chega aos celulares
Mundo Pokémon: o que é, sua história e como funciona
Mortal Kombat 11 traz easter egg inusitado de Toy Story; entenda
vingadores ultimato
10 teorias de Vingadores: Ultimato que os fãs acertaram
Game of Thrones: 7 perguntas para o episódio final da série
Vingadores: Ultimato prova quem estava certo na Guerra Civil
Game of Thrones: quem ainda está vivo para o episódio final
WhatsApp sofre ataque hacker e pede que 1,5 bi de usuários atualizem
Supostas imagens do novo iPhone vazam na web e as pessoas estão horrorizadas
Problemas com HBO Go motivam inúmeras reclamações nas redes
Vingadores: Ultimato vence Game of Thrones em menções no Twitter no Brasil