Em crise, Livraria Saraiva anuncia fechamento de 20 lojas

Depois de a Livraria Cultura entrar com pedido de recuperação judicial, agora foi a vez de a rede Saraiva tomar uma medida mais drástica. Na última segunda-feira (29), ela fechou 20 lojas espalhadas pelo Brasil.

A empresa não confirma a relação das livrarias fechadas, mas segundo fontes do mercado, estão entre elas as lojas de Londrina, Santos (Avenida Ana Costa), Campinas (Galeria Shopping), Alphaville, Tamboré, Granja Viana, Mogi das Cruzes e dos shoppings Anália Franco e West Plaza.

Em comunicado, a Saraiva disse que vem tomado “medidas voltadas à evolução da operação e perenidade do negócio”. Isso inclui o fechamento das 20 lojas e o fortalecimento do seu e-commerce, que hoje representa, segundo a empresa, 38,4% do negócio. A rede tem, no momento, 84 livrarias.

A Saraiva e a Cultura são protagonistas (e também responsáveis) por uma das piores crises do mercado editorial brasileiro. Nos últimos meses, não estão conseguindo liquidar o pagamento para seus fornecedores – agravando ainda mais a situação das editoras.

Ao mesmo tempo, livrarias como a Martins Fontes e as redes Leitura, Livrarias Curitiba, Travessa e Vila, mais conservadoras em sua gestão, estão conseguindo passar um pouco mais tranquilamente pela atual crise.

Leia o comunicado da Saraiva na íntegra:

“A Saraiva informa que, ante os desafios econômicos e operacionais do mercado e indicadores que retratam uma mudança na dinâmica do varejo, tem tomado uma série de medidas voltadas para a evolução da operação e perenidade do negócio.

Em linha com sua estratégia, as iniciativas refletem um esforço da companhia em obter rentabilidade e ganho de eficiência operacional, dentro de uma estrutura mais enxuta e dinâmica. Nesse sentido, as medidas adotadas pela companhia incluem o fechamento de algumas lojas. Com este movimento, a empresa dá continuidade ao seu plano de transformação, que inclui aberturas, reformas e fechamentos de unidades, a fim de manter sua operação saudável e cada vez mais multicanal. A empresa inaugurou neste ano quatro lojas dentro do novo conceito nas cidades de Cuiabá (MT), Rio de Janeiro (RJ) e Olinda (PE).

A empresa continua a investir em seu futuro e reforçará sua estratégia voltada para o digital, com uma operação, cada vez mais, omnichannel para atender seus clientes em todas as plataformas, e passa a contar com 84 lojas físicas e e-commerce. Este último, com crescimento significativo nos últimos anos, alcançando 38,4% do total de vendas da companhia no segundo trimestre de 2018. Esse resultado reflete o investimento na transformação do negócio, com ações interativas e a integração de novas soluções que trazem mais agilidade e consistência aos dados obtidos, melhorando a experiência em nosso canal e-commerce.

Além disso, a empresa focará seu negócio no mercado de livros, que representa a essência da companhia e é hoje a categoria mais vendida pela rede. Complementar ao universo de leitura continua a ofertar produtos de papelaria, games, filmes e música. Com isso, os itens de tecnologia, que incluem telefonia e informática, passarão a ser vendidos no modelo de negócio de marketplace próprio, que atualmente já opera integrado ao nosso e-commerce.

Dentro do marketplace conseguimos com uma curadoria ampliar o sortimento de produtos. Esta operação é parte da transformação digital da companhia, que vem agregar uma experiência ainda mais qualificada e inclui categorias de produtos complementares e em sinergia ao negócio, como smartphones, computadores, brinquedos, artigos de decoração, entre outros.

Somos uma empresa com 104 anos e uma das maiores redes varejistas de educação, cultura e entretenimento do país. Estamos presente em 17 estados brasileiros e no Distrito Federal, além da operação de e-commerce que cobre todo o território nacional. Somos participantes ativo da vida das pessoas, de crianças, jovens a adultos. Acreditamos na transformação por meio do acesso à cultura e educação e reforçamos a nossa crença de ter a leitura como um dos pilares essenciais para o desenvolvimento do Brasil.”

Em crise, Livraria Cultura entra com pedido de recuperação judicial

Veja também:  Afinal, o Superman é imortal ou não? Entenda

Quer enviar uma lista ou artigo? (Pode até virar video no canal!) Clique aqui!

Log in

With social network:

Or with username:

You’ll be automatically logged in 5 seconds.

Esqueceu a senha?

Não tem uma conta? Registre-se

Esqueceu sua senha?

Digite seus dados de conta e nós enviaremos a você um link para recuperar sua senha.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Fechar
de

Processing files…

Quais Pokémons apareceram no 1º trailer de Detetive Pikachu?
Voz de Broly fala sobre motivação do vilão em Dragon Ball Super: Broly
HBO confirma quando estreia última temporada de Game of Thrones; veja teaser
WiFi Ralph terá curta aparição de Stan Lee em cena de perseguição
Crimes e falência: a conturbada relação entre Stan Lee e o Brasil
Exército, DC e mais: 11 curiosidades da vida de Stan Lee
Por que a morte de Stan Lee marca o fim de uma era
Estrela de Stan Lee na calçada da fama recebe homenagens dos fãs
Quais Pokémons apareceram no 1º trailer de Detetive Pikachu?
Voz de Broly fala sobre motivação do vilão em Dragon Ball Super: Broly
Filme live-action dos Cavaleiros do Zodíaco tem sinopse revelada; confira
Vila da Folha de Naruto será construída em tamanho natural no Japão
Enem 2018 teve questão de matemática relacionada ao jogo Minecraft
Dona do League of Legends, Riot Games é acusada de assédio sexual
Microsoft disponibiliza PES 2019 gratuitamente para Xbox One
Player Unknown’s Battlegrounds está disponível de graça para Xbox One
Quais Pokémons apareceram no 1º trailer de Detetive Pikachu?
Exército, DC e mais: 11 curiosidades da vida de Stan Lee
The Walking Dead: o que mudou na série após a saída de Rick
As 10 melhores aparições de Stan Lee
Novos modelos de iPhone chegam ao Brasil atraindo poucos clientes
Samsung apresenta seu aguardado smartphone com tela dobrável
Apple deve lançar app de streaming para concorrer com Netflix em 2019
Estratégia e câmbio: por que os novos iPhone estão tão caros no Brasil