flash-t4capa

The Flash: 7 problemas que a 4ª temporada precisa resolver

A terceira temporada de The Flash teve seus momentos de destaque entre os seus 23 episódios, como a história Flashpoint e o crossover musicalcom a Supergirl. Mas ainda assim, ela teve alguns problemas que merecem ser destacados.

Por exemplo, o Savitar começou como um vilão interessante, mas no final, foi uma decepção. Além disso, o show perdeu um pouco da comédia e diversão que marcou seus primeiro episódios. The Flash até conseguiu manter a força de seus personagens e sua ação, mas agora é preciso realizar algumas mudanças para que a quarta temporada não coloque o futuro da série em risco.

Confira abaixo sete problemas que a quarta temporada de The Flash precisa resolver:

7) Iris precisa deixar de ser a dama em perigo

flash-t41

Apesar de Iris já ter evoluído bastante desde a primeira temporada, parece que o show não sabe o que exatamente fazer com ela. A temporada passada tentou focar em sua paixão pela justiça, mas ainda é preciso encontrar algo que faça a sua participação na série valer a pena.

Sim, ela é importante nos momentos em que Barry parece estar no fundo do poço, mas parece ser seu único papel relevante desde que ela descobriu que ele era o Flash. Sua habilidade em atirar no Savitar no final de terceira temporada indica que ela pode até ter um instinto assassino, o que poderia ser algo a ser abordado nos episódios futuros.

Sempre que um interesse amoroso tem muito tempo de tela, é importante fazer com esse momentos tenham valor e alguma relevância. Iris pode ser a West sem superpoderes, mas isso não significa que ela deve ficar em segundo plano. Até por que, se H.R. consegue ser parte do Time Flash, ela também pode.

6) Reduzir o drama entre casais

flash-t42

Essa é uma lição que Arrow já aprendeu há algum tempo, e agora chegou a vez de Flash. O romance possui um espaço nesses seriados, mas se houver um excesso, pode desviar o foco da ação, que é o principal chamativo. A terceira temporada de The Flash sofreu um pouco com o fluxo de suas cenas românticas por querer resolver, até demais, os problemas de antigos e novos casais, algo que mais atrapalhou do que ajudou.

Apesar de esses momentos permitirem que certos personagens cresçam e se desenvolvam, é algo que costuma desviar o foco principal do show. Fazer com que essas cenas de casais tenham mais destaque que os vilões é algo que pode se tornar prejudicial.

Barry e Iris devem sempre ter alguma presença no show, e é uma parte essencial da dualidade vivida por Barry Allen/Flash, mas não há a necessidade de encher o seriado com mais romance e mais casais.

Sempre há espaço para o amor e a criação de novos pares românticos, mas não é preciso exagerar nesse ponto.

5) Introduzir mais episódios com vários vilões

flash-t43

A atual estrutura da série possui a ideia de que é preciso mostrar o “vilão da semana”, que é imediatamente derrotado e descartado. Apesar de não ser algo errado, por mostrar um pouco de variedade e novos poderes e personagens, também não é muito interessante. A última temporada, por exemplo, falhou em mostrar novos vilões recorrentes que foram inicialmente derrotados pelo Flash.

Se há algo que Legends of Tomorrow nos mostrou é que certos vilões possuem potencial para desenvolver novos arcos de história que podem ser interessantes. Por exemplo, o Capitão Frio continua aparecendo não apenas porque ele é divertido, mas se ele fosse limitado a um único episódio, seu potencial não seria explorado.

E apesar de ser divertido rever vilões já estabelecidos, como Grodd e Nevasca, sangue novo também é muito bem vindo. Depois de tantos heróis que surgiram (incluindo três velocistas), por que também não introduzir mais alguns vilões?

4) Recuperar Wally West

flash-t44

Wally West passou por maus bocados na última temporada. Ele começou como velocista, perdeu seus poderes e criou uma obsessão por conta disso, os conseguiu de volta, foi manipulado pelo Savitar e ainda foi levado para dentro da Força de Aceleração. Ele até teve seus momentos de diversão, como quando posou para fotos após derrotar criminosos ou quando estava com Jesse, mas tirando isso, o Kid Flash só teve momentos de tristeza.

Agora, como Barry já mostrou, utilizar a tristeza para fazer com que você fique mais forte é algo admirável e essencial. Em um primeiro momento, Wally está apenas superando seus problemas. No entanto, os extremos que vivenciou são maiores do que Barry precisou lidar inicialmente. Ao invés de ter uma ponta de esperança, Wally sempre acabou se dando mal.

E para que ele consiga se tornar o Kid Flash que os fãs conhecem, é preciso colocá-lo no caminho da recuperação, para que ele se torne o herói de atitude convencida que começou a mostrar quando ganhou seus poderes.

O futuro do personagem também não deve ter apenas momentos positivos, mas também é importante que ele não seja sempre o perdedor. Esses acontecimentos dolorosos e traumáticos podem fazer com que ele não apenas evolua como personagem, mas que ele também se torne mais relevante. Wally já amadureceu bastante desde que apareceu como um adolescente rebelde na segunda temporada. Fazer com ele supere seus próprios demônios é o passo mais lógico para o futuro do velocista amarelo.

3) Variar os vilões

flash-t45

Se levarmos em conta o Zoom e Savitar, parece que The Flash tem um problema em variar os seus vilões. Cada temporada pareceu seguir o mesmo lema: “Barry não é rápido o bastante, então ele precisa ficar mais rápido”, o que se tornou algo particularmente repetitivo. Sim, existiram algumas diferenças e cada antagonista teve seus momentos (Savitar matou Iris no futuro, Zoom arrastou Barry por Central City), mas os dilemas e acontecimentos são muito similares.

Além disso, o Savitar se tornou o terceiro vilão velocista da série e o segundo que não tinha face e pareceu não ter desenvolvimento algum. Apesar da segunda temporada até ter oferecido uma explicação decente da origem por trás de Hunter Zolomon, a terceira temporada regrediu e não deu espaço para desenvolvimento do Savitar sem a presença de outros personagens que passavam pela mesma situação.

É especialmente decepcionante lembrar que o Doutor Alquimia, no início da temporada passada, até ofereceu uma nova ameaça para o Time Flash lidar, apenas para a série voltar a usar o que já é familiar e seguro.

Para a sorte dos fãs, a temporada quatro terá como principal antagonista o Pensador. Alguém que utiliza a mente como arma pode criar novos cenários e desafiar Barry de uma forma distinta, ao invés de um novo jogo no estilo “Me pegue, se puder.”

2) Deixar The Flash ter um pouco mais de diversão

flash-t46

Desde o final da segunda temporada, Barry Allen parece estar um pouco triste. Por mais que perder os pais seja um momento muito difícil, a constante melancolia de Barry fez com que a série ficasse um pouco pra baixo, fugindo um pouco dos tons variados que ajudam a criar um balanço no passado.

Isso não seria um problema se essa fosse a abordagem desde o início, mas a questão é que as duas primeiras temporadas permitiram que seus episódios misturassem diversão e descontração com momentos sérios e tensos. Mas como Barry está constantemente pra baixo e infeliz, a série acabou replicando esse lado negativo e seus capítulos ficaram menos divertidos.

O show precisa de mais episódios como o crossover musical com a Supergirl, que lembra o balanço emocional dos melhores episódios da série.

Flash viveu seus melhores momentos justamente na época de equilíbrio entre os momentos de ação e comédia. Sim, mostrar perigo e ameaças é muito importante, mas não podemos esquecer que o velocista mais famoso dos quadrinhos também precisa se descontrair um pouco.

1) Reconhecer o valor da simplicidade

flash-t47

Se há uma coisa que a mídia costuma ignorar, atualmente, é a simplicidade. Apesar de que explorar a fundo um personagem é importante e precisa ser feito, existe algo especial em ter um enredo mais simples e alguns personagens para interagir. Na temporada 1, o Time Flash era apenas uma pequena equipe, composta por Barry, Cisco, Caitlin e Wells. Cada episódio retratava Barry e seu trabalho para se tornar um herói completo, enquanto derrotava meta-humano atrás de meta-humano. Foi com tal simplicidade que o show deu atenção para cada personagem e fez com que eles caíssem no gosto dos fãs.

Flash agora consiste em discussões sobre viagem no tempo e alguns dilemas mais complexos, enquanto tenta dar destaque para um elenco de personagens que se tornou grande, o que não dá a eles muito tempo de tela. Existem muitas coisas a serem abordadas no enredo, então seria essencial que os produtores e roteiristas conseguissem eliminar alguns elementos excessivos.

Uma grande razão que explica o sucesso da série são os seus personagens, ação e fundo emocional. Não existe motivo para complicar demais a história ou adicionar um grande número de heróis e vilões. Seria melhor voltar ao estilo antigo, com um pouco de ação e emoção, o que os fãs sempre adoraram.

Fonte: WhatCulture

Deixe seu voto

11 points
Up Down

Votos totais: 39

Up: 25

Porcentagem de upvotos: 64.102564%

Down: 14

Downvotes percentage: 35.897436%


Quer enviar uma lista ou artigo? (Pode até virar video no canal!) Clique aqui!

Seja bem vindo ao Ei Nerd.

ou

Login

Esqueceu a senha?

Não tem uma conta? Cadastre-se

Fechar
de

Processando arquivos...

x-men-e vingadores capa
Como os X-Men poderiam aparecer em Vingadores 4?
Top 6 filmes de heróis que precisam de um reboot urgente - X-Men
6 filmes de heróis que precisam de um reboot urgente
vingadores guerra infinita-mortes capa
5 personagens que podem morrer em Vingadores: Guerra Infinita
vingadores guerra infinita-trailer capa
Os melhores momentos e detalhes do trailer de Vingadores: Guerra Infinita
Dark
Conheça Dark, série da Netflix que é considerada ‘a nova Stranger Things’
hbo
Serviço de streaming da HBO chega ao Brasil para concorrer com a Netflix
Agente Venom
Foto de bastidores pode ter revelado visual de Tom Hardy como Venom
einerd Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira
Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira vai ganhar série na Netflix
sakura card captors
Continuação de Sakura Card Captors ganha trailer legendado e data de estreia no Brasil
Top 6 filmes de heróis que precisam de um reboot urgente - X-Men
6 filmes de heróis que precisam de um reboot urgente
(Foto: Jonathan Alcorn/Bloomberg)
Stan Lee revela que Homem-Aranha quase não existiu
deadpool-justiceiro
Deadpool dá um beijo no Justiceiro em nova HQ dos Defensores
sakura card captors
Continuação de Sakura Card Captors ganha trailer legendado e data de estreia no Brasil
hit
Teoria de fãs sobre Hit é desmentida em Dragon Ball Super
No Preview
Pikachu e Hello Kitty são consagrados embaixadores de Osaka, no Japão
goku dragon ball z super saiyajin 3
Criador de Dragon Ball revela a biologia por trás do Super Saiyajin
DmC- Devil May Cry
Vazamentos podem ter revelado detalhes de Devil May Cry 5
Cavaleiros_do_Zodiaco
Cavaleiros do Zodíaco ganha jogo de luta criado por fãs
black-friday
Black Friday: veja as melhores ofertas de games para PS4, Xbox One e PC
casino-scene
Como escolher jogos de cassino para seu iPhone