black mirror bandersnatch

Muito Black Mirror! Bandersnatch: Netflix lança primeiro filme interativo do mundo

“Nossa, isso é muito Black Mirror” virou o comentário que se faz quando a realidade fica assustadora. Pois com Bandersnatch, o longa que entra no ar hoje na Netflix, o público agora vira cúmplice dessa realidade. O filme é o primeiro do serviço de streaming a propor a interatividade para adultos – a Netflix já tinha lançado produtos do tipo para crianças. “É como se o espectador estivesse dentro de Black Mirror”, disse o criador da série Charlie Brooker em entrevista exclusiva ao jornal O Estado de S. Paulo, na sede da Netflix em Los Gatos, Califórnia. É o usuário quem determina os caminhos do personagem principal, Stefan (Fionn Whitehead, de Dunkirk), que bola o videogame interativo Bandersnatch, em 1984. “No centro do filme está a noção de que alguém percebe estar sendo controlado, e nós percebemos que somos nós. Era uma história que só poderia ser feita com a interatividade e parecia muito a cara de Black Mirror”, completou Brooker.

O Estado de S. Paulo foi um dos poucos a ter acesso ao filme antes da estreia. O teste foi feito num iPad, mas a interatividade vai funcionar em TVs novas (com controle remoto), consoles de games, computadores, tablets e celulares com Android e iOS, mas não na Apple TV, Chromecast e aparelhos mais antigos em geral. Quando chega o momento de fazer uma escolha, uma barra aparece na parte de baixo da tela com as duas opções, e o espectador tem de 10 a 15 segundos para selecionar uma delas. A primeira pergunta é bem simples – e uma espécie de piada com a interatividade: o pai de Stefan, Peter (Craig Parkinson) pergunta qual cereal matinal Stefan quer comer. Em seguida, o usuário pode selecionar que compilação musical o protagonista vai ouvir em seu walkman. Mas, com o tempo, as escolhas vão ficando mais sofisticadas.

Veja também:  Crítica: Aquaman se destaca por seus visuais, atuações e história

Stefan fala ou não com a psicóloga dra. Haynes (Alice Lowe) sobre um evento traumático em sua vida? Aceita ou não o emprego oferecido por Tucker (Asim Chaudhry) para desenvolver Bandersnatch, na mesma empresa onde trabalha também o gênio dos games Colin (Will Poulter)? Há escolhas de vida e morte.

A Netflix estima em mais de um trilhão de variações na história, o que não significa que sejam caminhos ou linhas narrativas completamente diferentes. Isso resultou em muitas horas filmadas Mas o caminho em default tem cerca de 90 minutos. Oficialmente, há cinco finais possíveis, mas com variações de cada um. “Há um debate porque não conseguimos concordar com o que constitui um fim”, analisou Brooker. Em sua cabeça, havia outras dúvidas. “Como funcionam os spoilers nesse caso? Não sabemos nem se dizemos ‘você viu’ ou você ‘jogou’?” A verdade é que tudo isso alimenta mais discussões, que é o sonho de qualquer serviço de streaming ou canal de televisão. No dia da apresentação à imprensa, os jornalistas não conseguiam parar de conversar sobre o que tinham visto, o que deve se transferir para o Twitter e o Reddit a partir de hoje.

Para manter tudo sob controle, a empresa desenvolveu um software próprio. Mas esse não foi o único desafio apresentado por Bandersnatch, dirigido por David Slade. Tecnologicamente, foi fazer com que não houvesse buffering nem pausa antes e depois de uma escolha, além de fazer funcionar no maior número de aparelhos possível. “Também temos de ensinar as pessoas a ficar segurando o controle remoto, no caso da televisão”, explicou Carla Engelbrecht, diretora de inovação de produto da Netflix. Não deve ser difícil para uma empresa que ensinou as pessoas a assistir a todos os episódios de uma só tacada. “Nós somos pioneiros da TV na internet, então queríamos inovar uma vez mais e levar o storytelling para o próximo estágio, oferecendo uma experiência mais visceral para o usuário”, afirmou Todd Yellin, diretor de produto. No futuro, ele sonha usar a tecnologia desenvolvida para Bandersnatch em comédias, romances, filmes de terror.

Veja também:  Séries da Marvel e Netflix podem ir para o Disney+ no futuro

Narrativamente, também não foi nada fácil fazer Bandersnatch. “Não queríamos que a interatividade fosse apenas um truque”, contou a produtora executiva Annabel Jones. “Queríamos apresentar opções que fizessem sentido para o personagem. Nossa premissa central era um jovem experimentando muitas verdades diferentes, ou sem certeza do que era a verdade”, lembrou ainda Jones.

A maior dificuldade de todas foi abdicar do controle. “O roteirista, o diretor, o produtor sempre estão tentando fazer o espectador focar em algo específico”, disse Brooker. “E quando você não tem mais isso, é libertador e desnorteante.” A verdade é que, em alguns momentos, certas escolhas resultam em becos sem saída, ou seja, os criadores sutilmente avisam que você tomou o caminho errado. Então, como pergunta Annabel Jones, “será que o espectador está mesmo no controle ou tem a ilusão do controle?”. Mais Black Mirror, impossível.

Black Mirror: Netflix lança trailer de filme interativo e confirma estreia para amanhã


Quer enviar uma lista ou artigo? (Pode até virar video no canal!) Clique aqui!

Log in

With social network:

Or with username:

You’ll be automatically logged in 5 seconds.

Esqueceu a senha?

Não tem uma conta? Registre-se

Esqueceu sua senha?

Digite seus dados de conta e nós enviaremos a você um link para recuperar sua senha.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Fechar
de

Processing files…

Especial de ano novo de Doctor Who estreia no Brasil pelo Looke
Boneca Russa: série da Netflix tem atriz de Orange is the New Black; veja trailer
O Justiceiro: primeiro trailer da 2ª temporada é divulgado; assista
Vidro, de M. Night Shyamalan, tem críticas extremamente negativas; veja
My Hero Academia: criador se inspirou em Hellboy para criar All Might
A referência a Rick and Morty e Stranger Things em HQ da Arlequina
DC presta tributo a Stan Lee em todas as revistas do mês de janeiro
Saiba qual foi o primeiro super-herói criado por Stan Lee
Mangá de Dragon Ball Super mostra como o Dai Kaiohshin derrotou Moro
My Hero Academia: criador se inspirou em Hellboy para criar All Might
Dragon Ball Heroes terá o retorno de guerreiros do Universo 6
Desenhista de Dragon Ball Super quer que Broly esteja no mangá
Como seria uma mistura de Super Mario 64 com Portal? Confira
7 teorias loucas envolvendo as origens de alguns Pokémon
mario kart
Há 18 anos, casal de idosos joga Mario Kart diariamente para ver quem fará chá
Confira a lista de games gratuitos da PS Plus em janeiro de 2019
De Skrulls a Starforce: os prováveis vilões de Capitã Marvel
Origens, anos 90 e mais: os destaques do 3º trailer de Capitã Marvel
Robin, Estelar e mais: quem são os personagens da série Titãs
7 teorias loucas envolvendo as origens de alguns Pokémon
LG lança TV com tela dobrável em tecnologia 4K; veja vídeo
instagram
De volta ao normal! Mudança polêmica no feed do Instagram foi ‘acidental’
WhatsApp pode limitar encaminhamento de mensagens para só 5 contatos
Twitter libera opção para exibir ordem cronológica de tuítes