O Homem-Aranha bagunçou a continuidade dos filmes da Marvel; entenda

Já estamos cansados de saber que a Marvel fez uma jogada certeira em incluir o Homem-Aranha em seu universo cinematográfico. Só que essa decisão também causou alguns problemas de continuidade na franquia, que já deixaram muita gente por aí confusa.

Em fevereiro de 2015, a Marvel e a Sony firmaram um acordo que permitia a inclusão do Cabeça de Teia no Universo Cinematográfico da Marvel (UCM). Foi uma escolha que beneficiou os dois lados e já mostrou ser um grande sucesso. Assim, Tom Holland foi escolhido para interpretar Peter Parker em seu segundo reboot nas telonas e fez sua estreia em Capitão América: Guerra Civil.

Veja também:  Seleção de elenco detalha vilão e novo personagem de Homem-Aranha 2

Mas esse foi o início dos problemas na continuidade dos filmes da empresa. Até o ano passado, a linha do tempo do UCM era praticamente perfeita. Até existiam pequenas falhas de continuidade e conflitos menores, mas nada que atrapalhasse muito.

Mas aí Homem-Aranha: De Volta ao Lar estreou nos cinemas e bagunçou tudo que estava praticamente impecável. Então, o que foi que aconteceu, exatamente? Entenda mais abaixo.

O Homem-Aranha foi adicionado à Fase 3 no último minuto

Em 2014, a Marvel optou por já divulgar todas as datas de sua Fase 3 do UCM, que incluia novas franquias, como Capitã Marvel, Pantera Negra e Inumanos; bem como sequências, como Capitão América: Guerra Civil e Vingadores: Guerra Infinita (que até então, tinha 2 partes). Se já não bastasse o sucesso do seu universo cinematográfico, a Marvel deixava claro para os fãs que estava tudo sob controle.

Mas os planos começaram a mudar após o início das conversas com a Sony para a introdução do Homem-Aranha na franquia. Os roteiristas Christopher Markus e Stephen McFeely tiveram de escrever dois roteiros diferentes para Capitão América: Guerra Civil: um com e outro sem Peter Parker, caso ocorresse algum problema no acordo.

Por exemplo, McFeely disse que ele e Markus precisaram escrever que Tony Stark estava recrutando um novo herói, mas que não era, necessariamente, o Homem-Aranha de Tom Holland.

Apesar do acordo ter sido um sucesso, causou uma mudança brusca nos planos da Marvel. A empresa precisou mudar os rumos de Vingadores: Guerra Infinita, por exemplo, bem como de suas novas séries de filmes para a introdução do Homem-Aranha. Assim, foi preciso mexer a agenda de lançamentos da Fase 3, e muitos longas tiveram suas datas modificadas. E Inumanos, inclusive, foi completamente descartado e movido para a parte televisiva da franquia.

É impossível precisar o quanto que os planos da Marvel mudaram com o acordo. Os roteiristas ainda não haviam escrito o roteiro de Guerra Infinita, mas é seguro afirmar que não contavam com a presença de Peter Parker, mas sim com a dos Inumanos, já que eles eram parte importante da história Infinity nos quadrinhos, que inspirou boa parte do enredo de Vingadores 3.

Os problemas da inclusão do Homem-Aranha

A Marvel sempre foi elogiada por seus planos a longo prazo, mas a inclusão do Homem-Aranha mostrou que a Fase 3 tinha um problema: como ele seria introduzido sem mexer na narrativa e estrutura do UCM?

Os planos originais da Marvel para a Fase 3 eram fazer Guerra Civil dar início a um universo ainda maior. Os filmes da Terra explorariam vários cantos do planeta, como Wakanda e Attilan, enquanto que os cósmicos, lógico, abordariam vários cantos do universo. Enquanto isso, Homem-Formiga e a Vespa e Capitã Marvel irão explorar mais a fundo o Reino Quantum, outra dimensão da realidade. Se olharmos bem, realmente não teria muito espaço para o Homem-Aranha após o terceiro filme solo do Capitão América.

E para piorar ainda mais, a Marvel optou por apresentar um Homem-Aranha muito jovem, que ainda está cursando o Ensino Médio. Por exemplo, não importa se Homem de Ferro 2 se passa seis meses ou dois anos depois do primeiro filme; a história funciona da mesma forma. Mas para um adolescente, dois anos é um tempo considerável, principalmente em um mundo que muda rapidamente como o do UCM.

Veja também:  Rumores indicam Mulher-Aranha em Homem-Aranha: De Volta ao Lar 2

Como forma de manter essa juventude de Peter, a Marvel fez Homem-Aranha: De Volta ao Lar se passar apenas alguns meses após Guerra Civil. E rumores já apontam que ela pode usar a mesma fórmula de Harry Potter: os filmes do herói terão intervalos curtos de espaçamento, como forma de manter sua adolescência por um tempo.

E quais problemas que surgiram, exatamente?

Por mais que fosse uma jogada certeira, manter a adolescência do herói foi o início de todos os problemas. Para garantir que Homem-Aranha: De Volta ao Lar fosse um sucesso, a Marvel abriu mão de sua continuidade quase perfeita. O longa garantiu que se passava oito anos depois do primeiro filme dos Vingadores, o que é uma grande contradição com a continuidade criada em Guerra Civil.

Muitos fãs já tentaram consertar essa linha do tempo de alguma forma, mas nenhuma delas deu muito certo. E a situação se complicou ainda mais após o personagem Aaron Davis revelar em um diálogo sua data de aniversário e idade, o que confirmava que De Volta ao Lar se passava justamente em 2017, e não em 2020, como se imaginava. Kevin Feige, presidente e CEO da Marvel Studios, continua insistindo que a linha do tempo não está quebrada, mas ainda não ofereceu uma explicação de como que as peças do quebra-cabeça se encaixam.

E se a Marvel realmente optar pela fórmula Harry Potter, outros problemas podem surgir. O tempo está avançando no UCM, e outros filmes já estão cientes desse fato. Os irmãos Russo já indicaram que Vingadores: Guerra Infinita se passa dois anos após Guerra Civil. E como De Volta ao Lar se passa apenas alguns meses após o terceiro filme do Capitão América, o relógio corre contra a juventude de Peter Parker.

Enquanto isso, a sequência de De Volta ao Lar se passa após Vingadores 4. Se a ideia é manter a juventude do Homem-Aranha como parte de sua identidade, não demorará muito para esse aspecto se esgotar logo.

Existe uma forma de consertar isso?

Apesar de tudo que foi dito, a inclusão do Homem-Aranha no UCM foi um verdadeiro sucesso e se tornou parte importante da Fase 3. E de fato, a sequência de De Volta ao Lar será o primeiro filme a ser lançado depois de Vingadores 4. Assim, esperamos que os problemas de continuidade sejam resolvidos com o fim da atual fase (a não ser que a compra da Fox pela Disney cause esses mesmos problemas na hora de introduzir os X-Men e o Quarteto Fantástico).

Kevin Feige já sugeriu que a Marvel pode abandonar esse método de fases. Ainda não está claro quais serão os novos caminhos, mas já podemos supor que a Fase 3 deve concluir a atual forma de narrativas da franquia. Se for o caso, os próximos filmes do UCM podem não ser tão ligados assim. Feige já mostrou que gosta de dar liberdade aos diretores de seus filmes, o que também ajudará nessa questão de não manter a continuidade com tanto afinco.

Essa também é uma escolha bem vinda pelos próprios fãs dos quadrinhos, que já sabem que continuidade não é um forte da Marvel e nem mesmo da DC. Mas ao mesmo tempo, ainda não sabemos como isso pode funcionar nos cinemas.

Veja também:  Thor deve ser o protagonista de Vingadores: Guerra Infinita; entenda

Pensando a longo termo, a verdade é que a fórmula Harry Potter não deixará o Homem-Aranha de Tom Holland na escola para sempre. O tempo passará e ele irá envelhecer. Mas isso não chega a ser um problema. Se a Marvel planejar tudo com cautela, o público irá ver um Homem-Aranha mais velho e maduro com o passar do tempo. E no fundo, não mudará sua essência: ele continuará sendo um estudante, só irá trocar o ensino médio pela faculdade. Betty Brant e Liz Allen podem ser substituídas por Gwen Stacy e Mary Jane Watson. E Flash Thompson pode dar espaço para Harry Osborn. Os amigos mudam, mas a ideia permanece a mesma.

Existe um consenso entre os fãs de que esses problemas de continuidade foram causados pela ambição e ousadia da própria Marvel. A empresa aparenta que quer, ao mesmo tempo, um plano a longo termo, mas também quer ter a flexibilidade de colocar um personagem importante na continuidade. Ele quer que o tempo passe em sua franquia, mas que o Homem-Aranha mantenha sua juventude. A empresa pode não ter notado essas contradições no início, mas uma linha do tempo mais flexível após Vingadores 4 pode ser a melhor solução para o problema.

Enquanto isso, será melhor para os fãs trabalhar com a seguinte ideia: a Marvel, com certeza, irá se preocupar mais com sua narrativa do que com a continuidade dos filmes. Esses erros não interessam tanto a empresa, que aparenta estar mais procupada com as jornadas de seus heróis, trabalhar suas histórias e, claro, milhões ou bilhões de dólares de bilheteria.

É por isso que Kevin Feige demorou responder sobre esses problemas de continuidade que surgiram após Homem-Aranha: De Volta ao Lar: eles não são uma prioridade dentro da empresa. Para nossa sorte, quando a Fase 3 acabar, a Marvel poderá, ao menos, entrar um período no qual pode desenvolver o herói com mais tranquilidade.

Um trabalho mais cuidadoso deve garantir o conserto dessas falhas e fazer os fãs esquecerem essa questão da continuidade.

Fonte: Screen Rant


Quer enviar uma lista ou artigo? (Pode até virar video no canal!) Clique aqui!

Log in

With social network:

Or with username:

You’ll be automatically logged in 5 seconds.

Esqueceu a senha?

Não tem uma conta? Registre-se

Esqueceu sua senha?

Digite seus dados de conta e nós enviaremos a você um link para recuperar sua senha.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Fechar
de

Processing files…

Mundo de fantasia: por que Aquaman não é bem um filme de herói
Pôster de Dragon Ball Super: Broly confirma Goten e Trunks no filme
Tony Stark pode assumir o papel do Tio Ben para Peter Parker, diz teoria
one piece
Para celebrar 20 anos, novo filme de One Piece ganha trailer e pôster oficiais
Marvel pode estar planejando destruir todo seu universo nas HQs em 2019
HQ de Guerra Infinita contradiz irmãos Russo sobre Thanos e Hulk
Coração de Ferro enfrenta vilões dos filmes da Marvel nos quadrinhos
Quem é Shang-Chi, o grande mestre de kung fu da Marvel
Pôster de Dragon Ball Super: Broly confirma Goten e Trunks no filme
Dragon Ball Super: Broly tem estreia antecipada no Brasil
Produtores respondem críticas às heroínas de Saint Seiya: Saintia Shô
Shun mulher e mais: 4 polêmicas do trailer de Saint Seiya: Os Cavaleiros do Zodíaco
Red Dead Redemption 2 é o grande destaque do Brazil Game Awards 2018
Informações pessoais de jogadores de Fallout 76 vazam por erro no sistema
Geralt, do game The Witcher, será personagem de Monster Hunter: World
Governo investirá mais de R$ 45 milhões em mercado de games do Brasil
Batman, futuro e mais: 10 questões sobre o final do crossover Elseworlds
Todos os monstros do novo trailer de Godzilla II: Rei dos Monstros
10 teorias sobre o trailer de Vingadores: Ultimato
Ruínas, final e mais: 5 revelações da última temporada de Game of Thrones
Os melhores aplicativos de 2018, segundo a Apple e o Google
iOS 12
Apple volta a produzir iPhone X após baixas vendas de modelos novos
Galaxy S10 deve ter modelo com tela gigante, 6 câmeras e conexão 5G
facebook
Facebook e Instagram ficam fora do ar em todo o mundo nesta terça-feira