Opinião: Apesar dos pesares, Esquadrão Suicida é um bom filme

Esquadrão Suicida tem sido duramente criticado em resenhas de veículos especializados. O público, por sua vez, se divide.

Fato é que Esquadrão Suicida representa um marco para as produções cinematográficas da DC por diversos motivos. Além de ser um dos filmes menos truncados da editora, a obra serviu como introdução para muitos que ainda podem conhecer esse “universo”.

Os filmes de super-heróis são como uma porta de entrada para os quadrinhos. Há muito no universo das HQs a ser explorado, não só com relação às produções da DC, como também da Marvel.

Didático do início ao fim, Esquadrão Suicida é um filme amarrado, que pode ser visto por qualquer pessoa. Do mais antenado aos HQs até o que não tem vínculo algum com esse tipo de produção.

A tentativa de transformar Esquadrão Suicida em um filme acessível a todos os públicos fica clara logo em seu início. Cada personagem é apresentado de forma bastante clara. Mostra-se como Pistoleiro, Arlequina, Diablo e os demais foram presos, de que forma trabalha Amanda Waller, qual o objetivo em soltar os vilões e por aí vai.

O filme perde consistência quando a história se desenvolve. Em um filme de pouco mais de duas horas – com quase 30 minutos de introdução para cada personagem -, fica difícil fazer com que o enredo tenha profundidade. As relações entre os membros do esquadrão são rasas e mal dá para vê-los, de fato, como um grupo.

Além disso, os trailers promoveram um filme diferente. Cenas foram cortadas e comprometeram, especialmente, o Coringa, que quase não aparece. É provável que o personagem de Jared Leto ganhe força em uma possível sequência nos cinemas.

Veja também:  Homem-Elástico é escalado para a 4ª temporada de The Flash

Por outro lado, Esquadrão Suicida acerta em suas cenas de ação, na trilha sonora e na preservação da identidade dos personagens. A Arlequina faz, sim, piadas toscas. O Coringa soa, sim, forçado em alguns momentos. Amanda Waller banca, sim, a durona. Faz parte do universo construído pelos autores da DC.

Esquadrão Suicida não foi feito para ser aclamado pelos críticos. Os responsáveis pareciam ter consciência disso. É um blockbuster. Um filme para trazer novos fãs à DC, agradar os admiradores já estabelecidos e fortalecer suas obras de universo expandido, além, é claro, de render milhões de cifras após um ótimo trabalho de divulgação.

Em meu ver, Esquadrão Suicida é só o primeiro de muitos filmes relacionados ao universo expandido DC. Não é fantástico, mas diverte. Vale a pena assistir.


Quer enviar uma lista ou artigo? (Pode até virar video no canal!) Clique aqui!

Seja bem vindo ao Ei Nerd.

ou

Login

Esqueceu a senha?

Não tem uma conta? Cadastre-se

Fechar
de

Processando arquivos...

Colonialismo, política e mudanças: o significado do final de Pantera Negra
Dragon Ball Super: veja mais detalhes da forma final do Instinto Superior
Mesmo elenco, história diferente: o que esperar de Pantera Negra 2
Os melhores easter eggs e referências de Pantera Negra
Diretor Joss Whedon abandona produção do filme da Batgirl
Filme do Pantera Negra pode ter mostrado a última Joia do Infinito
Filme do Aquaman já teve primeiras impressões – e elas são positivas
Oscar terá Gal Gadot, Mark Hamill e Zendaya como apresentadores
Bruce Banner, o Hulk original, voltará à vida nos quadrinhos
Amazon e Saraiva dão descontos de até 80% em livros e mais
Quem é a Fantasma, vilã de Homem-Formiga e a Vespa
Escritor fala sobre críticas à revista do Batman e Mulher-Maravilha
Dragon Ball Super: Títulos de episódios podem ter indicado final do anime
Clássico Jaspion vai ganhar um remake brasileiro em 2019
Dragon Ball Super: nova transformação de Goku ganha mais imagens
Dragon Ball Super: veja mais detalhes da forma final do Instinto Superior
Trump pensa em banir jogos violentos após massacre na Flórida
Battlefield e mais de 100 outros jogos estão em oferta na PlayStation Store
Equipe brasileira de CS: GO sofre ataques racistas em torneio nos EUA
Filme de Sonic the Hedgehog ganha data de lançamento; saiba mais