6 jogos que infernizaram as vidas de seus desenvolvedores

Fazer um jogo é difícil. Programação, arte, game design, prazos, críticos e fãs difíceis de agradar… Ou seja, um Inferno! Aqui estão alguns exemplos de jogos divertidos, mas que deram insônia e muito estresse aos seus desenvolvedores.

Electronic Super Joy

electronic-super-joy

Electronic Super Joy é um jogo de plataforma desafiador e extremamente divertido – e que fez Michael Todd, seu criador, quase desistir centenas de vezes. Ele ficou famoso por declarar em entrevistas e palestras o quão estressante e até depressiva pode ser a vida de um desenvolvedor independente. De acordo com Todd, o projeto certo pra um “indie” é aquele que se encaixa melhor em suas habilidades e expectativas, pois uma mudança na direção de arte, um desentendimento entre a equipe, uma dúvida entre mundo aberto ou linear, a perda de financiamento ou vários outros obstáculos podem por tudo a perder, se o estúdio não tiver uma boa liderança.

Titan – não lançado

titan-blizzard

O que poderia dar errado quando a Blizzard prometeu lançar um novo MMO nada parecido com o seu World of Warcraft? Tudo, aparentemente. A proposta era entre Team Fortress 2, Destiny e The Secret World, mas acabou sendo ambicioso demais. Pelas palavras do próprio cofundador e CEO da Blizzard, Mike Morhaime, a equipe “colocou [o jogo] num período de reavaliação e, na verdade, o que [eles] reavaliaram foi se esse era o jogo que realmente queriam fazer. A resposta é não.” Depois de sete anos infernais, parte do projeto foi reaproveitado no Overwatch, o sucesso mais recente da empresa.

Borderlands

borderlands

Numa indústria cheia de reviravoltas e revisões, ninguém quer ter que refazer o que já esta pronto – e foi exatamente o que aconteceu com Bordelands. O jogo já estava quase pronto em 2006, num tom bem maduro e com gráficos realistas, até que a direção de artes decidiu mudar tudo pra loucura que conhecemos hoje. Alguns dizem que o motivo da mudança era o risco de um processo por similaridades ao curta metragem Codehunters, outros dizem que a intenção era se afastar de outros títulos como Rage ou Fallout. Independente da causa, o efeito foi muito trabalho e atraso pros desenvolvedores.

Veja também:  5 atrizes que dispensam dublês em cenas de ação

Ride to Hell: Retribution

ride-to-hell-retribution

Imagina uma mistura mal feita de Road Rash com Mafia II. Isso se chamava Ride to Hell, idealizado como um jogo de mundo aberto de motoqueiros ao estilo anos 60 que contava a história de um veterano do Vietnã que se junta a uma gangue, mas que acabou sendo tão mal feito que teve que ser recriado com o subtítulo Retribution – uma decepção de vendas, de qualquer forma. Outros desenvolvedores culparam o fracasso por causa do mal planejamento, mal agendamento e design sem foco. Foi dito que muitos game designers acabam culpados por jogos ruins justamente pela falta de poder de decisão em projetos grandes, o que resulta em jogos ruins no currículo de praticamente todos os profissionais do ramo. Ride to Hell é um fiasco tão vergonhoso que foi até tirado do site da desenvolvedora, a Eutechnyx.

Fez

fez

Já falamos como Borderlands teve problemas em recriar toda a sua arte e como a Blizzard reaproveitou o conteúdo de Titan pra Overwatch. Essas empresas sobreviveram porque… Bem, principalmente por serem empresas. Quais chances teria um desenvolvedor independente de fazer a mesma coisa? Pois é, foi o caso de Phil Fish. Ele passou por sérios problemas ao desenvolver Fez, desde a separação com sua namorada até a separação com seu sócio, o que parecia ter compensado pelo sucesso do jogo, mas não foi o bastante pra sequência. Depois de uma série de polêmicas, ele declarou via Twitter que estava cancelando Fez II e que estava fora da indústria de jogos pra sempre.

Aliens: Colonial Marines

aliens-colonial-marines

A história do desenvolvimento de Aliens: Colonial Marines é ainda mais sombria do que todo o enredo do jogo. Como um esforço coletivo entre os estúdios Gearbox, TimeGate, Demiurge e Nerve, as empresas tiveram dificuldades em se organizar e definir a cadeia de comando, enquanto a Gearbox foi acusada de desviar recursos pro seu próprio projeto – o Borderlands. A história acabou ainda mais triste pra TimeGate, que não podia abandonar seu primeiro grande projeto por medo de nunca mais ter uma oportunidade como aquela, mas acabou demitindo toda a sua equipe, cancelando seus futuros projetos e declarando falência logo após o lançamento desse jogo. Ironicamente, mesmo com as péssimas críticas, Aliens: Colonial Marines conseguiu vender mais de um milhão de unidades.

Veja também:  Top 7: os melhores Coringas de todos os tempos

Incontáveis jogos independentes

broforce

Infelizmente, os grandes sucessos independentes – como Super Meat Boy, Broforce, Towerfall, Braid, Samurai Gunn e Risk of Rain – são exceções à regra: a maioria simplesmente passa despercebido. Mesmo usando recursos gratuitos, o jogo gratuito Crossy Bridge passou despercebido e seu desenvolvedor comentou “enquanto eu espero um dia ter uma história de sucesso, ela não veio nos meus primeiros [jogos]”. Da mesma forma, o criador de Finally Ants declarou que estava tendo sérias dificuldades com a programação do jogo, mas que a sua motivação era os elogios dos jogadores da versão beta. Por fim, podemos citar Happy Happy Putt Putt, desenvolvido por duas pessoas, uma das quais já declarou estar fora da indústria de jogos.

Fonte: http://www.looper.com/33245/video-games-developers-hell/


Quer enviar uma lista ou artigo? (Pode até virar video no canal!) Clique aqui!

Seja bem vindo ao Ei Nerd.

ou

Login

Esqueceu a senha?

Não tem uma conta? Cadastre-se

Fechar
de

Processando arquivos...

Crítica: visuais, enredo e elenco fazem de Pantera Negra um ótimo filme
Pantera Negra: conheça os Cães de Guerra e a Dora Milaje
Os melhores momentos do Androide 17 em Dragon Ball Super
Com muitos mistérios, veja os melhores momentos do 1º trailer de Venom
Sword Art Online terá série em live-action produzida pela Netflix
Presidentes da Sony e Marvel quase se agrediram durante negociações
Brinquedo revela armadura de Thanos em Vingadores: Guerra Infinita
Vilão de Pantera Negra foi inspirado no filme Cidade de Deus
Amazon e Saraiva dão descontos de até 80% em livros e mais
Quem é a Fantasma, vilã de Homem-Formiga e a Vespa
Escritor fala sobre críticas à revista do Batman e Mulher-Maravilha
Batman voltará a usar uniforme com emblema amarelo nos quadrinhos
Sword Art Online terá série em live-action produzida pela Netflix
Após morte de dubladora, Bulma ganha nova voz em Dragon Ball Super
Em currículo, jovem cita ‘assistir Naruto’ como uma de suas habilidades
Último episódio de Dragon Ball Super pode ter revelado o desejo de Jiren
Idosos brasileiros aprendem a programar games para exercitar a mente
controle das pernas
Chinês joga por 20 horas seguidas em lan house, passa mal e perde controle das pernas
A profissão desse cara é jogar ‘Clash Royale’, game exclusivo para celulares
Injustice 2 ganha trailer do gameplay com as Tartarugas Ninja; confira