Os melhores easter eggs de The Legend of Zelda: Breath of the Wild

Como o impressionante 19º episódio da série The Legend of Zelda, Breath of the Wild veio com muita antecipação e ansiedade e, quando os fãs finalmente jogaram no lançamento do Nintendo Switch, eles notaram o equilíbrio entre originalidade e homenagens do novo jogo da aclamada franquia. Mas o que os jogadores provavelmente ainda não notaram, no entanto, são os muitos easter eggs emocionantes espalhados por Hyrule. Aqui está uma repaginada – com alguns spoilers potenciais incluídos – nos Easter Eggs de Breath of the WIld que você perdeu enquanto se divertiu explorando cada pixel do novo Zelda.

Spectacle Rock

the legend of zelda breath of the wild spectacle rock

Desde a sua primeira versão há mais de 30 anos, a série The Legend of Zelda apresentou uma tonelada de paisagens exuberantes e, entre masmorras e florestas, estão algumas estruturas particulares que se destacam. Facilmente uma das localidades mais reconhecíveis é Spectacle Rock do primeiro Zelda de 1986, que retornou em alguns jogos mais tarde. Breath of the Wild apresenta uma recriação quase exata do par de rochas em forma de óculos, que pode ser visto em capturas de tela de diferentes ângulos. E, desta vez, a famosa formação aparece numa escala muito maior: em vez de grandes rochas, a Spectacle Rock é vista como montanhas gêmeas gigantes. Uma homenagem aos seus predecessores bastante sutil.

Navegando em águas misteriosas

the legend of zelda breath of the wild jangada

Aqui está mais um aceno inteligente pro jogo que começou tudo. Se você logo pensou em Wind Waker, está equivocado. Navegar nas correntes do rio em uma pequena balsa é algo que muitos fãs do primeiro Zelda podem recordar, particularmente quando encontrávamos um caminho obstruído. Em Breath of the Wild, Link navega a bordo de – você adivinhou – uma balsa pra continuar com seus esforços pra salvar a princesa. Desta vez, nosso herói elfo ganha alguma atualização pras suas viagens aquáticas, conforme sua jangada fica muito maior do que a original.

Crânio Gigante

the legend of zelda breath of the wild crânio

Outra estrutura notável que aparece em Breath of the Wild é novamente emprestada do tataravô de todos os jogos de The Legend of Zelda. Os crânios são figuras recorrentes na série, vistos desde em minúsculos totens ou até em lembranças místicas. O primeiro jogo da franquia apresentava uma enorme cabeça esqueleto que ficava plana dentro da sala final da última masmorra do jogo. Breath of the Wild traz de volta essa tradição, apenas colocando-a num lugar diferente no mapa do jogo. Aqui, os inimigos se escondem no crânio opaco, mas Link consegue atear fogo – literalmente – nas bundas dos bandidos pra derrotá-los.

Muitas localidades familiares

the legend of zelda breath of the wild link

Com suas referências mais minuciosas dentro do seu mapa, Breath of the Wild traz de volta vários nomes e títulos de realmente muitas localidades icônicas. Estes títulos renovados são inspirados por outros locais e por um punhado de jogadores excêntricos, muitas vezes alterados ao trocar letras ou grafias fonéticas, tornando-os quase fáceis de não serem notadas pelos jogadores.

A Tingel Island de Breath of Wild é um erro de ortografia proposital pra Tingle, personagem que apareceu uma e outra vez ao longo da série – e que teve uma ilha com um totem dele mesmo em Wind Waker, a propósito. Toronbo Beach e Koholit Rock rementem a Toronbo Shores e Koholint Island, ambos os quais apareceram em The Legend of Zelda: Link’s Awakening há quase 14 anos. Mido Swamp tira seu título do personagem Mido da floresta dos Kokiri visto em Ocarina of Time. Rauru Hillside, Ruto Lake e a Lake Saria, todas essas localidades são homenagens a alguns sábios de Ocarina of Time.

Minshi Woods obtêm seu nome da raça Minish, as criaturas diminutas caracterizadas no título de 2005, The Legend of Zelda: The Minish Cap. Linebeck Island é homenagem ao hesitante assistente de Link em Phantom Hourglass. Mas talvez o easter egg mais emocionante é o próprio Temple of Time de Ocarina of Time, que aparece em Breath of the Wild sob o mesmo nome e com uma estrutura muito semelhante. Além disso, as Ranch Ruins são incrivelmente remanescentes do Lon Lon Ranch também visto em Ocarina of Time, incluindo vasos em locais similares, uma entrada com arcos por fora e uma estrutura de tijolos desmoronados, tudo quase no mesmo lugar em ambos os mapas.

Todas essas referências são mais evidentes pros fãs, ainda assim muito inteligentes.

A arte ganha vida

the legend of zelda breath of the wild arte original

A Spectacle Rock reaparece em Breath of the Wild numa bela cordilheira envolta em névoa e brilhando sob o sol. Quando Link sobe até um ponto alto o suficiente pra ver os picos gêmeos, a silhueta é um espelhamento claro da arte conceitual do The Legend Zelda original, que também possui um par de montanhas maciças que Link observa ajoelhado num penhasco de um platô. Os jogadores que seguem um caminho padrão e ações semelhantes podem recriar o quadro exato visto na arte original de pré-lançamento. Se você não encontrou esse panorama, procure, não vai se arrepender.

O idioma sheikah

the legend of zelda breath of the wild sheikah

Um elemento de Breath of the Wild que deixou os jogadores coçando a cabeça é a misteriosa linguagem sheikah usada em vários itens, sinais e descrições ao longo do jogo. No entanto, um usuário do Reddit apresentou traduções completas dos símbolos sheikah, que abrangem números, letras e símbolos aleatórios. Muitos usaram essa tradução pra decifrar mensagens ocultas – poucos mais interessantes do que um texto sinuoso que aparece na caixa da edição especial de Breath of the Wild, que diz “The Hyrule Fantasy” – o nome japonês do The Legend of Zelda clássico de 1986, a Fantasia de Hyrule em tradução livre pro português. Isso levou os jogadores a especularem sobre como o título original se vincula à versão de 2017.

A Nintendo também sabe rir de si mesma

all your base are belong to us.png

A linguagem dos sheikah em Breath of the Wild não só despertou a curiosidade sobre o que o novo jogo poderia significar, mas também permitiu que a Nintendo fizesse piadas divertidas.

Se você esteve por aí no final dos anos 80, provavelmente jogou em primeira mão o side-scrolling shoot ‘em up Zero Wing, e se não, você provavelmente já ouviu falar de um meme de internet que tornou Zero Wing infame na comunidade de jogos. Ao instalar novas habilidades pra Link no Sheikah Slate em Breath of the Wild, textos em sheikah percorrem a tela. Algumas frases podem ser traduzidas como “now loading” – carregando agora – e “do not turn off your [slate]” – não desligue sua [ardósia] -, mas um easter egg hilariante pode ser encontrado na frase que diz “All your base are”, fazendo menção à “All your base are belong to us”, um erro gramatical grosseiro. Em português, seria como falar “todas as suas bases são pertencem a nós” em vez de apenas “são nossas” ou “pertencem a nós”. Essa tradução abissal foi replicada tanto pelos consoles americanos da Nintendo quanto da Sega. O diálogo foi tão massacrado, que os jogadores adoraram compartilhá-lo uns com os outros e, com este easter egg, a Nintendo traz à luz de lendário erro do passado.

Sons lendários

ocarina of time

Jogabilidade, narrativa e estética de lado, The Legend of Zelda também foi aplaudido por sua caprichosa trilha sonora agora icônica, com canções que grudam nos fãs com apenas uma única nota. Devido a isso, tem sido bastante comum ver – ou ouvir, né – easter eggs também na trilha sonora da série. Em The Legend of Zelda: Skyward Sword, por exemplo, a “Ballad of the Goddess” é simplesmente “Zelda’s Lullaby” tocada ao contrário.

Parece que Breath of the Wild continua esta tendência em seu tema de “Hyrule Fields”. Ao ouvir a música enquanto você percorre os campos abertos, preste muita atenção ao violino de fundo, cujas melodias fracas e desconectadas podem ser unidas pra fazer uma versão de nada menos do que “Zelda’s Lullaby”. Embora difícil de detectar quando tocada em velocidade normal, os jogadores podem ouvir mais facilmente as semelhanças se o áudio for acelerado. Talvez esse seja o easter egg mais perspicaz do jogo.

Um elo com o passado – literalmente

the legend of zelda breath of the wild master sword

Ao ver a Master Sword selada em seu pedestal no trailer oficial de Breath of the Wild na E3, os jogadores insistiram que não é a lâmina em si que você deve olhar, mas sim as flores. Numa inspeção mais próxima, a folhagem bonita no fundo observada num ângulo certo se alinha perfeitamente com a arte de The Legend of Zelda: A Link to the Past. Considerando este aceno claro pra história da franquia, muitos fãs de longa data de Zelda começaram a inventar suas próprias teorias sobre o que este easter egg poderia significar.

Mestre de araque

the legend of zelda breath of the wild rusty broadsword

Em Breath of the Wild, os jogadores podem pegar o que parece ser a Master Sword bastante cedo no jogo, que se encontra numa formação rochosa alta. Decepcionante, no entanto, ela acaba sendo apenas uma espada enferrujada e inútil. E aqui é onde o easter egg se esconde. Em A Link to the Past, Link atravessa as Lost Woods e acredita que tropeçou em cima da Master Sword real. Os bosques estão cheios de pedestais brilhantes e, obviamente, toneladas de espadas fictícias, mas Link é levado a pensar que ele encontrou a lâmina sagrada de verdade quando a puxa pra fora do chão. Antes de poder comemorar, você é alertado com esta mensagem: “This is it! The Master Sword!” – Essa é ela! A Espada Mestra! Então tudo cai em pedaços quando é revelado que o item não passa de uma duplicata fajuta. Pobre Link, sempre sendo enganado.

Oman Au = Aonuma

the legend of zelda breath of the wild oman au

Os monges de Breath of the Wild têm alguns nomes únicos, mas um em especial chama a atenção: Oman Au. Reorganize as letras do nome do monge e você encontra Aonuma. Esta é uma conexão direta com Eiji Aonuma, o renomado designer de videogames, diretor e produtor da Nintendo e atual produtor e gerente da série The Legend of Zelda. Como evidenciado em outros easter eggs do jogo, os nomes são super importantes na franquia, e Oman Au não é diferente.

Novo – ou antigo – logotipo japonês

the legend of zelda breath of the wild logo

Enquanto a maioria dos fãs pode se lembrar, o logotipo da franquia Zelda manteve-se o mesmo em cada novo jogo e tem sido consistente em lançamentos globais. Mas com Breath of the Wild, as coisas foram abaladas de leve. Embora no geral, o logotipo de Breath of the Wild siga o formato padrão visto em jogos passados, a versão japonesa nos leva de volta a algumas décadas pra espelhar o logotipo “Hyrule Fantasy”, um que não foi usado em 20 anos. Novamente, este easter egg desencadeou uma conversa sobre se há um significado mais profundo, ou se é apenas uma escolha de design. Só jogando pra descobrir.

Apocalipse Cucco

the legend of zelda breath of the wild cucco ataque

Cuccos, aquelas malditas galinhas, não parecem muito perigosas. Isso é porque elas são criaturas simples e pacíficas. Mas, se você atacar um cucco, não haverá nenhum remorso pra Link. A única maneira de evitar a morte é correr e correr muito mesmo. Você encontrará muitos cuccos na Kakariko Village, como já era de se esperar. Há até mesmo uma side-quest onde link deve encontrar todos os 10 cuccos desaparecidos – como em Ocarina of Time. Cuccos aparecem em 13 dos principais títulos de The Legend of Zelda e surgiram pela primeira vez em 1992, onde essas aves nos ameaçaram em A Link to the Past. Se você cogita a hipótese de testá-las novamente, aviso que não é uma boa ideia.

É perigoso ir sozinho

the legend of zelda breath of the wild its dangerous to go alone

Uma coisa que não é nova é o sábio, claramente uma referência ao mesmo velho visto no The Legend of Zelda original e que dá a Link sua primeira espada e alguns conselhos sinistros. Ao entrar na caverna pra encontrar o homem, Link é avisado que “é perigoso ir sozinho”.

Esse personagem enigmático finalmente retorna em Breath of the Wild, desta vez com Link saindo de uma caverna pra falar com ele. Parece um paralelo simples que poderia ser um acaso, até que você nota outro easter egg suculento. Um usuário de Reddit notou as letras sheikah despejadas dos faróis e decidiu traduzi-las. A mensagem? “É perigoso ir sozinho”, uma homenagem gritante pra primeira mensagem do clássico de 1986.

Deixe seu voto

1 point
Up Down

Votos totais: 1

Up: 1

Porcentagem de upvotos: 100.000000%

Down: 0

Downvotes percentage: 0.000000%


Quer enviar uma lista ou artigo? (Pode até virar video no canal!) Clique aqui!

Seja bem vindo ao Ei Nerd.

ou

Login

Esqueceu a senha?

Não tem uma conta? Cadastre-se

Fechar
de

Processando arquivos...

x-men-e vingadores capa
Como os X-Men poderiam aparecer em Vingadores 4?
Top 6 filmes de heróis que precisam de um reboot urgente - X-Men
6 filmes de heróis que precisam de um reboot urgente
vingadores guerra infinita-mortes capa
5 personagens que podem morrer em Vingadores: Guerra Infinita
vingadores guerra infinita-trailer capa
Os melhores momentos e detalhes do trailer de Vingadores: Guerra Infinita
Dark
Conheça Dark, série da Netflix que é considerada ‘a nova Stranger Things’
hbo
Serviço de streaming da HBO chega ao Brasil para concorrer com a Netflix
Agente Venom
Foto de bastidores pode ter revelado visual de Tom Hardy como Venom
einerd Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira
Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira vai ganhar série na Netflix
sakura card captors
Continuação de Sakura Card Captors ganha trailer legendado e data de estreia no Brasil
Top 6 filmes de heróis que precisam de um reboot urgente - X-Men
6 filmes de heróis que precisam de um reboot urgente
(Foto: Jonathan Alcorn/Bloomberg)
Stan Lee revela que Homem-Aranha quase não existiu
deadpool-justiceiro
Deadpool dá um beijo no Justiceiro em nova HQ dos Defensores
sakura card captors
Continuação de Sakura Card Captors ganha trailer legendado e data de estreia no Brasil
hit
Teoria de fãs sobre Hit é desmentida em Dragon Ball Super
No Preview
Pikachu e Hello Kitty são consagrados embaixadores de Osaka, no Japão
goku dragon ball z super saiyajin 3
Criador de Dragon Ball revela a biologia por trás do Super Saiyajin
DmC- Devil May Cry
Vazamentos podem ter revelado detalhes de Devil May Cry 5
Cavaleiros_do_Zodiaco
Cavaleiros do Zodíaco ganha jogo de luta criado por fãs
black-friday
Black Friday: veja as melhores ofertas de games para PS4, Xbox One e PC
casino-scene
Como escolher jogos de cassino para seu iPhone