Os melhores filmes da série Velozes e Furiosos, do pior para o melhor

Goste ou não, a franquia Velozes e Furiosos é atualmente uma das mais populares e criativas do cinema. Velozes e Furiosos 8 estreou na semana passada, e logo se tornou a maior bilheteria da história em um final de semana de estreia.

Pelo menos mais 2 filmes devem ser lançados na série e dar continuidade aos acontecimentos do oitavo filme. Mas vamos esquecer os títulos futuros por um momento.

Confira abaixo os melhores filmes da série Velozes e Furiosos, do pior para o melhor:

8) + Velozes + Furiosos

+ Velozes + Furiosos não é exatamente ruim, mas ele é mal orientado. O principal ponto negativo é que ele é o único filme da série sem a presença do protagonista Dominic Toretto (interpretado por Vin Diesel). O foco da série sempre foi a ideia de “família”, e Dom é um ponto central a essa premissa. Ele pode ser meio valentão, mas também é o coração da franquia, e sua ausência é a prova de que Velozes e Furiosos vai além de muscle cars e brigas.

Mas há muito além disso. Roman (interpretado por Tyrese) é introduzido nesse filme, mas está longe de ter o lado cômico que possui em sua demais participações, e sua dinâmica com Brian O’Conner (interpretado por Paul Walker) está longe de ser ideal e não possui brilho. Pelo menos o vilão, Carter Verone, é realmente uma ameaça, e a atuação de Eva Mendes é muito boa.

7) Velozes e Furiosos 4

Depois de Velozes e Furiosos: Desafio em Tóquio ser criticado pelos mesmos motivos do segundo, a Universal, produtora da franquia, chamou de volta as principais armas: Brian e Dom aparecem juntos de novo, Letty ganhou uma posição importante na história (por conta de sua “morte”) e o enredo é bem semelhante com o do primeiro filme.

Mas ele parece um filme estranho, se comparado com o resto da franquia, e aparenta estar deslocado. Ele também não é exatamente ruim, mas parece sofrer de uma “crise de identidade”.

Veja também:  Silk pode substituir o Homem-Aranha no universo de filmes da Sony

Vin Diesel fez uma de suas melhores aparições na série, e a dinâmica de Dom e Brian funciona bem. Mas ele não parece um filme da “família”, já que a maior parte dos personagens secundários estão ausentes. Pode parecer algo bobo, mas esse é um dos pilares da franquia.

6) Velozes e Furiosos

Pegue o filme policial Caçadores de Emoção e substitua as pranchas de surfe por muscle cars, e mantenha as celebridades criminais e os estritos e intoxicantes códigos morais do submundo do crime. Isso é o primeiro Velozes e Furiosos.

O primeiro filme dá certo pelos mesmo motivos que Caçadores de Emoção: a química entre personagens, tem um elenco que funciona e suas cenas de ação são bem feitas.

Apesar de representar um outro período da franquia, o primeiro Velozes e Furiosos ainda é um filme agradável e um bom divertimento. Curiosamente, ele parece um filme indie de ação, se for assistido atualmente.

5) Velozes e Furiosos: Desafio em Tóquio

Considerado por muitos o pior da franquia, o terceiro filme era, até a morte do ator Paul Walker, o único sem a presença de Brian O’Conner. Mas está longe de ser o pior.

O mais impressionante nele é que Dom e Brian não fazem falta – Dom até aparece, mas apenas em uma participação especial no final – e a história muda muito bem o foco para Lucas Black e seus novos personagens secundários, incluindo aí Han. Poderiamos não ligar muito pra eles, mas através de humor, charme e algumas sequências de corrida, os novos protagonistas são bem sucedidos.

O filme é surpreendentemente inteligente se comparado com o resto da franquia, pois lida com questões como imigração, racismo e xenofobia, o que dá mais profundidade para a questão da “família”. Ele pode não ser tão engraçado, mas elevou o nível de uma franquia que, até então, era focada apenas em corridas ilegais.

Veja também:  Punho de Ferro: 2ª temporada pode mudar origens do herói; entenda

4) Velozes e Furiosos 6

Após o quinto filme ser um sucesso, Velozes e Furiosos 6 duplicou o que o fez dar certo: ele tem a melhor sub-trama de toda a franquia, que é voltada para o retorno de Letty, e o vilão Owen Shaw e seu grupo de terroristas oferecem uma das melhores histórias da série.

Naturalmente, a ideia da família é um fator importante também, já que Dom tenta lembrar Letty de quem ela é, o que se tornou sua atuação mais emotiva na série. Toda essa emoção dá ao casal muita química, e adiciona outra relação amorosa autêntica, assim como acontece com Brian e Mia.

Apesar de ser o mais tocante dos filmes da franquia, ele também está recheado de sequências de ação, que são excelentes, apesar de forçadas e absurdas. A expansão do personagem Luke Hobbs foi definitivamente uma jogada certeira.

3) Velozes e Furiosos 8

O filme mais recente da franquia tem as sequências de ação mais forçadas e bobas da série, mas também não deixam de ser fascinantes; a comédia funciona muito bem (graças a Roman) e a história é convincente. Apesar de alguns momentos meio duvidosos (como a aparição especial de Helen Mirren como a mãe dos Shaw), ele não deixa de ser um verdadeiro blockbuster.

Ele tem seus momentos emotivos, ao introduzir o filho perdido de Dom, e o simbolismo da família fica um pouco de lado, mas a diversão e fanfarronices ajudam a criar um equilíbrio certeiro.

2) Velozes e Furiosos 7

Parece fácil diminuir o sucesso de Velozes e Furiosos 7, por ter se tornado um filme emotivo, inspirado pela morte trágica de Paul Walker, e que fez uma bela despedida para Brian O’Conner. Mas é justamente isso que faz o filme funcionar.

Veja também:  Compare os atores da Marvel com suas versões digitalmente mais jovens

O enredo é pura vingança, já que Deckard Shaw (interpretado por Jason Statham) mostra ser uma verdadeira pedra no sapato de Dom e sua família. Sua introdução, bem como a de Senhor Ninguém (interpretado por Kurt Russell), foi inspiradora para a série. Existem também alguns momentos bobos, mas que são satisfatórios, e algumas sequências de ação com os carros são excelentes.

Sem tudo isso, o filme não teria dado certo, e a injeção emocional por conta da morte de Walker adiciona profundidade e uma emoção genuinamente verdadeira para uma franquia que é definida por sua obsessão com a fraternidade e irmandade.

1) Velozes e Furiosos 5

Não há uma franquia ativa no cinema que não se beneficiaria da inclusão de Dwayne “The Rock” Johnson, e foi justamente o que aconteceu em Velozes e Furiosos 5. O quinto filme é o ápice da série, por reinventá-la e transformá-la em uma série de corridas ilegais para uma voltada a roubos e assaltos. Foi realmente corajoso mexer em uma fórmula que funcionou bem em quatro filmes.

Há muito o que exaltar aqui: a adição de Luke Hobbs é excelente para a série, a ação é absolumente espetacular e a química entre o elenco é perfeita. A produção conseguiu eliminar os motivos vagos para a realização de corridas, e as cenas planejadas do diretor Justin Lin funcionam muito bem.

Não é apenas o melhor filme da franquia, mas também um fator chave de todo o projeto: é o longa que definiu o modelo para uma série que deve chegar a marca de 10 títulos no total.

Fonte: WhatCulture

Deixe seu voto

-6 points
Up Down

Quer enviar uma lista ou artigo? (Pode até virar video no canal!) Clique aqui!

Log in

With social network:

Or with username:

You’ll be automatically logged in 5 seconds.

Esqueceu a senha?

Não tem uma conta? Registre-se

Esqueceu sua senha?

Digite seus dados de conta e nós enviaremos a você um link para recuperar sua senha.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Fechar
de

Processing files…

Quais personagens antigos voltam em Capitã Marvel (e como eles voltam)
10 detalhes que você pode ter deixado passar no primeiro trailer de Capitã Marvel
Capitã Marvel: tudo sobre sua origem, poderes e mudanças no filme
7 atores que poderiam ser o novo Superman nos cinemas
Por que os simbiontes vieram à Terra no filme do Venom?
Ênio e Beto são casal gay, diz roteirista de Vila Sésamo
Sequência de Space Jam é anunciada com LeBron James como protagonista
Coringa: veja novas fotos do set e easter egg da série de jogos Arkham
Batman aparece sem roupas pela primeira vez nos quadrinhos
Neymar lança série de quadrinhos em que aparece como herói
Turma da Mônica ganha game para PlayStation 4 e Nintendo Switch
Serviço de streaming DC Universe ganha data de lançamento; confira
Dragon Ball Super: Broly deve ter luta em outra dimensão com efeitos CGI
Anime de Boruto mostra a hipocrisia de Naruto como Hokage; entenda
Boruto vai até o esconderijo de Orochimaru e descobre clones de Mitsuki
Dragon Ball Super: Broly ganha novo pôster com os Saiyajins do filme
Devil May Cry 5 tem novo trailer, personagem inédito e informações; veja
Sony anuncia console PlayStation Classic com 20 jogos na memória
fortnite
Fortnite é considerado justificativa em mais de 200 casos de divórcio em 2018
Easter egg no jogo Spider-Man te faz voltar à época do PS1