Top 10 spin-offs de Final Fantasy

Final Fantasy Versus XIII foi finalmente lançado! Ops! Eu quis dizer que o Final Fantasy XV foi lançado e transformar o spin-off num jogo principal da série deve ter sido a decisão mais certa da Square Enix desde… Sei lá, já faz muito tempo em que a Square Enix só pisa na bola. Em comemoração ao jogo que quase foi um spin-off e agora está sendo elogiado por uma legião de fãs e críticos, vamos falar dos 10 melhores spin-off da franquia Final Fantasy.

Menção Honrosa: Kingdom Hearts

kingdom-hearts

Kingdom Hearts não é um spin-off, como muitos acreditam, mas uma franquia por si só. Com personagens originais, alguns dos membros mais icônicos da Square Enix – como Cloud, Auron e Vivi – e os mundos da Disney, Kingdom Hearts une fantasia e nostalgia em enredos e numa mitologia fascinantes. Quando o primeiro jogo foi lançado, a ideia era realmente inusitada e muitos torceram o nariz, mas, no fim das contas, Kingdom Hearts tem o que a Square Enix e a Disney oferecem de melhor.

10. Final Fantasy Fables: Chocobo’s Dungeon

final-fantasy-fables-chocobos-dungeon

Os fãs de Final Fantasy adoram tanto os chocobos, que eles ganharam uma série de jogos próprios. O mais recente lançado no ocidente foi Chocobo’s Dungeon, um roguelike que honra a memória dos clássicos de PlayStation One tanto quanto traz os elementos e inovações das novas gerações. O enredo é simples e divertido, a jogabilidade é viciante e poder escolher as classes do seu chocobo só te faz se apaixonar ainda mais por um jogo tão carismático.

9. Final Fantasy Crystal Chronicles

final-fantasy-crystal-chronicles

Crystal Chronicles quase não é um Final Fantasy. Com certeza o enredo e a ambientação dão o gosto da fantasia, mas a jogabilidade não lembra nada à franquia principal, muitos elementos icônicos faltavam e jogar com um único herói com certeza não é Final Fantasy – a única vez em que tivemos um herói solo foi no Final Fantasy Adventure de Game Boy, que na verdade faz parte da franquia Mana. De qualquer forma, temos que considerar que Crystal Chronicles é divertido, só um pouco à frente de seu tempo. Jogar o modo multiplayer era fantástico, mas quase ninguém tinha outros três amigos com controles e memory cards numa época antes dos consoles vierem com wifi. A verdade é que poucos fãs jogaram Crystal Chronicles, mas os que jogaram adoraram, apesar de assumirem que é quase uma franquia à parte.

8. Chocobo Racing

chocobo-racing

Mario Kart trouxe a maldição dos jogos de corrida coloridos pro nosso mundo. Depois do sucesso explosivo da Nintendo, todo mundo queria ter um jogo de corrida próprio – até o Sonic e o Cartoon Network caíram nessa. A Square Enix – Square Soft na época – teve a boa ideia de não fazer um Final Fantasy Kart, mas sim um Chococo Racing, que unia a galinha gigante clássica da série com outros personagens icônicos, como o moogle, o goblin, os magos branco e negro e até mesmo Bahamut, Cloud e Squall. Em vez de só imitar o Mario Kart como todos os outros concorrentes, a Square adicionou localidades e magias icônicas de Final Fantasy na mistura, não só cativando os seus fãs, como trazendo elementos realmente novos à jogabilidade de corrida. Infelizmente, uma sequência pro 3DS foi cancelada, mas ainda há esperança em nossos corações – ainda mais depois das invocações ao estilo Transformers de Final Fantasy XIII e daquele carrão lindo do Final Fantasy XV.

7. Final Fantasy Brave Exvius

final-fantasy-brave-exvius

Jogos de celulares dividem opiniões. São jogos legítimos ou apenas caça-níqueis pra arrancar dinheiro dos fãs? No caso de Brave Exvius, acredito que a Square Enix conseguiu um equilíbrio. O jogo tem uma história e um mundo próprio que faz jus à franquia, ao mesmo tempo em que traz os elementos repetitivos e viciantes do mobile, como comprar os personagens clássicos com pontos – ou dinheiro real -, mas eles vêm aleatórios, te obrigando a tentar milhares de vezes até encontrar o seu favorito, além do PvP, missões diárias, craft etc. Brave Exvius atende a todos os públicos, tanto aos jogadores tradicionais que querem explorar o mundo e zerar a história, quanto aos jogadores que adoram as frivolidades dos jogos de celulares.

6. Chocobo’s Mysterious Dungeon

chocobos-mysterious-dungeon

Tudo tem que ter um começo, inclusive os caça-níqueis do Final Fantasy. Chocobo’s Mysterious Dungeon é o primeiro roguelike a estrelar a galinha gigante icônica, provocou ceticismo e descrença na maioria dos fãs, mas abriu portas pra Square Enix arriscar as maluquices de hoje em dia porque, droga, como o jogo era divertido! O PlayStation One tinha poucos títulos desse gênero, então nada mais justo que uma franquia consagrada trazer um spin-off que agradou a simplesmente todos os públicos e deu início aos títulos dos chocobos que temos até hoje. Alguém deve ter sido promovido graças a essa ideia…

5. Final Fantasy Dimensions

final-fantasy-dimensions

Final Fantasy Dimensions é quase a ovelha negra da franquia. O jogo tem todos os elementos clássicos, mas foi lançado pra celulares e era episódico, o que – como sempre – causou ceticismo nos fãs. Pra variar, poucos realmente se arriscaram a jogar os Dimensions, mas esses poucos adoraram as homenagens aos clássicos do Super Nintendo e do Nintendinho, o retorno das classes antigas, os monstros icônicos e o bom e velho Active Time Battle. Se você sente falta dos velhos tempos, mas quer algo novo, Final Fantasy Dimensions é o jogo pra você – quem sabe não rola uma promoção de natal?

4. Final Fantasy: Type-0

final-fantasy-type-0

Eu joguei Type-0 como quem não queria nada e me senti pego desprevenido por uma onda que me jogou na areia, mas me refrescou por inteiro. Que jogo fantástico! Tudo! O enredo, a mitologia, os personagens, o mundo! Eu seriamente me questionei: por que esse jogo não está na série principal??? O tom é um tanto mais sombrio do que o de costume, mas nada muito diferente do que Final Fantasy VII, VIII e o próprio XV não fizeram. Por favor, nenhum adolescente vai ficar traumatizado ao desfrutar uma história de guerra, morte e sacrifícios! Meu afilhado de 10 anos joga Mortal Kombat X, diga-se de passagem. Já que a garotada já vê esses temas sendo banalizados por jogos de luta ou de tiro, por que não trazer uma abordagem madura? Final Fantasy: Type-0 deveria fazer parte da franquia principal.

3. Final Fantasy: Mystic Quest

final-fantasy-mystic-quest

Se Final Fantasy Dimensions é a ovelha negra, Mystic Quest é aquele parente renegado que foi exilado e ninguém pode tocar no nome dele. Mas, no fim das contas, o renegado não passa de um injustiçado, não? Muitos torcem o nariz pro Mystic Quest pelo fato dele ser extremamente simples e até ingênuo tanto em enredo quanto em jogabilidade. Mas se não fosse por ele, talvez a franquia Final Fantasy nunca seria um sucesso consolidado no ocidente. Acontece que a maior parte do público naquela época achava tudo muito complexo e confuso, então a Square decidiu lançar um título mais simples pra servir de começo pros jogadores casuais e pras crianças, mas depois que a missão foi comprida e o púbico estava pronto pra encarar a franquia principal, Mystic Quest passou a ser lembrado como uma aberração crua entre obras de arte. O Mystic Quest ensinou o que era RPG pra muita gente no ocidente e, se não fosse por ele, Final Fantasy não teria feito o sucesso que fez. Por fim, o enredo não era ruim, só simples.

2. Dissidia: Final Fantasy

dissidia-final-fantasy

A Square Enix precisava comemorar os 20 anos da sua principal franquia em grande estilo. Dissidia encheu os fãs de esperança e conseguiu atender a todos os nossos sonhos. O jogo de luta é bem equilibrado, a jogabilidade é extremamente divertida e elaborada, os gráficos são o auge do PSP, o enredo é nostálgico e nós finalmente tivemos a chance de escolher nossos heróis preferidos e descer a porrada em todos os outros. Infelizmente, a sequência trouxe boas novidades na jogabilidade, adicionou personagens interessantes, mas o enredo parece ter sido escrito por um estagiário, fazendo com que as vendas não garantissem uma terceira edição. A versão Arcade está se saindo bem no Japão, mas aqueles heróis estão me parecendo bonecas de porcelana e eu duvido que conseguiriam cativar o público ocidental. O jeito é lembrarmos do Dissidia: Final Fantasy original como ele é: impecável.

1. Final Fantasy Tactics

final-fantasy-tactics

Eu falei algumas vezes de jogos bons, mas pouco jogados. Final Fantasy Tactics é a exceção. No começo, o público realmente ficou com o pé atrás com um Final Fantasy tão diferente de todos os outros, mas o boca a boca espalhou sua fama e Tactics é um dos maiores sucessos comerciais do PlayStation One. Misturando a fantasia complexa que só a Square Enix sabe fazer, intrigas políticas dignas de George R R Martin, as classes e invocações clássicas da série, uma jogabilidade complexa, mas divertida e um enredo heavy metal de tão bom, Final Fantasy Tactics não é só o melhor spin-off da franquia, mas também um dos melhores títulos da Square Enix de todos os tempos.

Autor: Bernardo Stamato

Deixe seu voto

1 point
Up Down

Votos totais: 1

Up: 1

Porcentagem de upvotos: 100.000000%

Down: 0

Downvotes percentage: 0.000000%


Quer enviar uma lista ou artigo? (Pode até virar video no canal!) Clique aqui!

Seja bem vindo ao Ei Nerd.

ou

Login

Esqueceu a senha?

Não tem uma conta? Cadastre-se

Fechar
de

Processando arquivos...

deadpool2-cablecapa
Será que Josh Brolin interpretará Cable e Conflyto em Deadpool 2?
vingadoreshiroyukisanadacapa
Vingadores: Guerra Infinita: qual será o papel do ator Hiroyuki Sanada?
teoriasfilmescapa
9 filmes que fazem sentido com a ajuda de teorias criadas pelos fãs
walkingdeadmortescapa
The Walking Dead: personagens que podem morrer na oitava temporada
fullmetal alchemist
Diretor do anime critica elenco do filme live-action de Fullmetal Alchemist
deadpool2-cablecapa
Será que Josh Brolin interpretará Cable e Conflyto em Deadpool 2?
dragon ball
Você conhece o final alternativo de Dragon Ball Z?
Thor Ragnarok Loki é o responsável pela chegada de Hela
Thor Ragnarok: Loki é o responsável pela chegada de Hela
Marvel está trazendo Jean Grey de volta após 12 anos
Marvel está trazendo Jean Grey de volta após 12 anos
walkingdeadmortescapa
The Walking Dead: personagens que podem morrer na oitava temporada
superman imigrantes
Superman defende imigrantes de supremacista branco em nova HQ
capitãoaméricaredençãocapa
A Marvel conseguirá redimir o Capitão América após os eventos de Secret Empire?
fullmetal alchemist
Diretor do anime critica elenco do filme live-action de Fullmetal Alchemist
dragon ball
Você conhece o final alternativo de Dragon Ball Z?
Boruto filho de Kisame deve aparecer no anime
Boruto: filho de Kisame deve aparecer no anime em breve!
Dragon Ball FighterZ mostra todo o poder de Kuririn em novo vídeo
Dragon Ball FighterZ mostra todo o poder de Kuririn em novo vídeo
É de graça Overwatch ficará livre entre os dias 22 e 25 de setembro
É de graça! Overwatch ficará livre entre os dias 22 e 25 de setembro!
Dragon Ball FighterZ mostra todo o poder de Kuririn em novo vídeo
Dragon Ball FighterZ mostra todo o poder de Kuririn em novo vídeo
Projeto Sonic 2 HD ganha novo trailer incrível
Projeto Sonic 2 HD ganha novo trailer de gameplay incrível
mario sem camisa super mario odyssey fb
Mario surge sem camisa em imagem de Super Mario Odyssey